1

1

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Educação a Distância - 10 Motivos para Estudar

Educação a Distância - 10 Motivos para Estudar

Fazer Cursos Online é uma forma rápida e prática de aprender. É possível iniciar um curso em qualquer dia, não é necessário apresentar documentos ou participar de processos burocráticos para iniciar as aulas.

Nossos cursos variam entre R$ 20,00 e R$ 60,00. Um treinamento parecido em outras instituições pode custar mais de R$ 500,00. Nossa eficiência e alto volume de alunos possibilitam oferecer cursos de alta qualidade por valores reduzidos. Além disso, não há nenhuma cobrança de mensalidade em nossos cursos, eles são pagos uma única vez.
O processo é totalmente flexível: Flexibilidade de Local, Flexibilidade de Horário, Flexibilidade de Duração do Curso. Estude de onde preferir, da sua casa, trabalho, faculdade, lan-house ou de qualquer computador, faça nos seus horários disponíveis e conclua os cursos em quanto tempo desejar. Tudo é feito de acordo com seu ritmo, sem compromisso com prazos e horários fixos.

Fazendo nossos Cursos Online você não gasta com locomoção até uma escola presencial, não perde tempo no trânsito. Isso significa mais tempo livre para estudar, resultando em um melhor aproveitamento.


Diversas empresas contatam-nos e solicitam indicações de alunos para vagas de emprego. Ao estudar conosco, você pode incluir seu currículo no Banco de Currículos e ser indicado para vagas relacionadas aos cursos feitos.



O Certificado é válido em todo o Brasil e em vários outros países, ele pode ser utilizado em faculdades, empresas públicas e privadas, concursos e provas de título, entre outros.


O Cursos 24 Horas é uma empresa mantenedora da ABED - Associação Brasileira de Educação a Distância. Nosso nome e logo é exibido na página de Mantenedores da ABED.



Outra prova de qualidade do sistema de ensino é o número de empresas que já tiveram funcionários treinados conosco. Veja na imagem ao lado algumas dessas empresas.


Todos os cursos podem ser incluídos em seu currículo. As pesquisas comprovam que manter o currículo atualizado é uma das formas mais eficientes para ser promovido, conseguir um novo emprego, ou até mesmo evitar uma demissão do emprego atual.


Uma equipe de professores altamente qualificados fica à disposição para atender aos alunos, corrigindo exercícios, enviando material adicional e tirando todas as dúvidas que possam surgir durante o curso.

Maiores Informações Acesse:http://www.cursos24horas.com.br/cursos/qualidade-de-vida-no-trabalho/

Mito ou Verdade? Duvidas Sobre Dietas

Mito ou Verdade? Duvidas Sobre Dietas

Alimentar-se de forma saudável , várias vezes ao dia, aprender a controlar os impulsos e praticar exercícios físicos.Tudo isso não é Mito.Porém, muitas das vezes que vamos trocar experiências com pessoas que também, entraram em algum tipo de dieta, sempre surgem algumas dúvidas.

Conheça 7 mitos e verdades que permanecem sempre, depois de uma papinho com as amigas que estão no mesmo caminho: EMAGRECER



O Leite Desnatado, tem menos cálcio que o Integral? 
 
-MITO-Única coisa que o Integral tem a menos que o desnatado, é a Gordura.Por isso ele tem menos Calorias também.Por isso muitas vezes, é sugerido que substitua o Integral pelo Desnatado, para que haja um controle maior em relação as Gorduras Saturadas,Calorias e também controle o Colesterol.




As Gorduras Fornecem mais calorias ao Alimento?

-VERDADE-Os Macronutrientes, são responsáveis por fornecer calorias ao alimento.Eles são: CARBOIDRATOS, PROTEÍNA E GORDURAS.Cada grama de Carboidrato ou Proteína, fornecem em média 4 gramas de Calorias, já a Gordura apresentam, por grama, 9 calorias sendo a mais calóricas entre o Grupo.

Cem gramas de Maçã, pode ter a mesma caloria que 10 gramas de Chocolate?

-VERDADE- A Maçã possui uma grande quantidade de água, oque diliu os Nutrientes.No chocolate, por ser mais sólido, os nutrientes acabam ficando mais concentrado.Portanto, é aconselhável consumir alimentos ricos em água.Por serem menos calóricos, podem ser ingeridos com maior quantidade, dando a sensação de saciedade.




Comer CARBOIDRATOS à noite engorda?

-MITO- As calorias dos carboidratos, são as mesmas das proteínas e das gorduras, e oque provoca ganho de peso é o excesso de Calorias.Portanto o excesso de Carboidratos sim, pode causar o ganho de alguns quilinhos, como também o excesso de proteínas e gorduras.Procure ingerir à noite, alimentos com carboidratos complexos, são estes:Alimentos Integrais;(Arroz, Farinha e Aveia) Verduras, Legumes e as Frutas.É bom também, evitas alimentos ricos em carboidratos e que apresenta baixa quantidade de água, como; massa, pães e bolos.

Pular Refeições é uma Boa forma de Emagrecer?

-MITO- Quando fazemos isso, pode interferir na próxima refeição, Pois a fome aumenta e nem sempre conseguimos ser seletivos em nossas escolhas.Um dos grande problemas também, é o fato de que o organismo ao ficar muito tempo sem alimento, assim que ingerimos algo, o mesmo não passará pelo processo correto, e por estar tempo demais sem alimentar-se, o organismo absorve não somente o necessário, como também as gorduras e excessos.Oque prejudica a Queima das calorias dos alimentos ingeridos.

Sopa de repolho e suco de Limão, aceleram o emagrecimento?

-MITO- Não existe alimentos que queimam gorduras!O efeito da sopa na perda de peso, deve-se ao fato de serem menos calóricas.É preciso muito cuidado, pois elas são de rápida absorção, que não saciam por completo,podendo resultar na sensação de fome, antes mesmo da próxima refeição.




Comer carne vermelha, faz mal à Saúde e torna difícil a perda de peso?

-MITO- A Carne vermelha é um alimento muito importante para nossa saúde, pois além de ser rica em proteínas, ela também contém ferro, que pode ser facilmente absorvido.NÃO HÁ ALIMENTOS RUINS, E SIM DIETAS MAL FEITAS. Procure comer carnes que tenham pequena quantidade de gordura, pois essas são muito mais calóricas e podem interferir no mau Colesterol.

 
http://kadunegocios.blogspot.com.br/2012/06/mito-ou-verdade-duvidas-sobre-dietas.html

Música e Saúde... Benefícios da Musica!

Música e Saúde... Benefícios da Musica!

Um Mundo sem Canções, Sons, Melodias e Harmonia, seria uma coisa sem graça, pois estas fazem parte do nosso dia-a-dia,Além de se tornarem cada vez mais necessárias.Vai me dizer que você nunca se tranquilizou ao ouvir um som? Ou alguma que te fez respirar mais fundo, por lembrar de um determinado fato da sua vida? Pois é, muitas delas através de suas melodias e letras, nos remetem a uma sensação de felicidade, nos transportando ate para até mesmo um estado de graça.

Após a primeira guerra mundial, que as musicas passaram a serem utilizadas em hospitais como terapias para veteranos de batalha. A partir dai, essa ciência não parou de evoluir.
Existem até cursos que forma profissionais que tratam pacientes com problemas físico,mentais e sociais.Através da utilização de instrumentos musicais,vocais ou ruídos é possível tratar diversos problemas.
Pelo forte impacto da musica no cérebro do ser humano, é recomendável que ela seja introduzida na vida das pessoas, desde cedo. Ela ajuda no mal de Alzheimer e reduz a ansiedade e a Solidão, podendo então evitar a depressão, diminuir o estresse, pois deixa o corpo mais relaxado, deixando o sistema imunológico livre para trabalhar no seu potencial máximo, ajudando também a combater doenças cotidianas, como gripe e resfriados.



São inúmeros os benefícios que ela traz para nossa saúde e mente. Ela nos torna mais humanos, nos ajudando a entender o sentimento do próximo,melhorando o relacionamentos com as pessoas. Através da musica, é possível protestar, impor uma opinião , mover multidões, podendo assim mudar toda uma geração. Ela não faz somente a uma pessoa, e sim ao mundo todo.
Respeitando o gosto de cada um, e não abusando da altura do som, ela só tende a lhe te fazer o bem.Por isso, Cante, Ouça, Sinta todo o poder que um som pode lhe trazer.


http://kadunegocios.blogspot.com.br/2012/07/musica-e-saude.html

Lanches Naturais Rápidos...

Lanches Naturais Rápidos...

Na correria do dia-a-dia, muitas pessoas dizem ser difícil manter uma alimentação equilibrada, e até mesmo saudável, escolhendo várias vezes lanches calóricos, salgados de bares e padarias, esquecendo que podemos fazer lanches rápidos também, pouco calórico e até muito mais saudáveis. Com uma pequena quantidade de frios, alface e queijo branco, podemos ter um Bom Lanche Natural.
Vou dar algumas dicas de lanches, podendo ser consumido de manhã, tarde e até mesmo no lanche da noite.
Sanduíche de Peito de Perú
  • 2 fatias de pão de forma- Integral-
  • 2 Fatias Peito de Perú-Ligth
  • Queijo Branco- Ralado
  • 1/4 Cenoura Ralada
  • Alface à vontade
  • Requeijão-Ligth
Passe o requeijão em uma fatia do pão, coloque o alface, pode ser em folhas ou picado, junte as fatias de Peito de Perú e o queijo branco ralado com a cenoura, finalize com a outra parte do pão em cima.

  • Dica: Se for levar o lanche para o serviço, ou escola, ou for consumir algum tempo depois de feito, embrulhe-o no papel alumínio e conserve na geladeira.
Sanduíche Natural de Atum
  • Pão Integral
  • Cenoura
  • Atum
  • Requeijão Cremoso
  • Salsinha
  • Alface
Sanduíche Pão Sírio
  • Frango Desfiado-Refogado-
  • Cenoura
  • Requeijão
  • Alface
  • Queijo Brando-Ralado-
  • Tomate
Abra o Pão Sírio, passe o requeijão, coloque o alface,tomate, frango desfiado refogado,queijo branco ralado,cenoura e tampe com a outra parte do pão. Corte ao meio e Bom Apetite.

Na verdade não existem regras a serem seguidas para lanches naturais, desde que você consiga unir ingredientes ligth, e combinar conforme o seu gosto. Procure usar sempre produtos ligths e carnes brancas quando optar por queijo branco.Salames por exemplo combinam mais com queijo Prato, carnes vermelhas com mussarela e queijo prato.Porém ja foge um pouco do foco "Natural".
 
http://kadunegocios.blogspot.com.br/2012/07/lanches-naturais-rapidos.html

Qual é a Função de um Anabolizante?

Qual é a Função de um Anabolizante?

Geralmente nas Academias, estamos acostumado se deparar com pessoas que ha pouco tempo de treino, ganham músculos avantajados e exibem com orgulho por ai.Infelizmente, nem sempre a retenção desses músculo são obtidos de uma forma saudável, muitos acabam fazendo uso de Anabolizantes, deixando a Saúde de lado.

Os Anabolizantes tem a função de auxiliar no anabolismo e na recuperação da fibra muscular, aumentando também as outras funções vitais. Mas eles também provocam uma série de efeitos colaterais; entre os mais comuns estão: Irritabilidade, queda do cabelo, nervosismo, pressão alta, colesterol alto, presença de mamas, e acnes em excesso.Para especialistas, os anabolizantes devem ser usados para fins esportivos e ou reposição hormonal.Muitos hoje em dia, confundem o uso de Suplementos e Anabolizantes e acaba assim, fazendo o uso incorreto do produto.Por isso sempre é bom ficar atento as recomendações de médicos e ou nutricionistas.

Os Suplementos alimentares, são produtos elaborados com ingredientes alimentícios, podendo ser adicionados de um ou outro nutriente sintético idênticos aos presentes nos alimentos; Os Anabolizantes (bola) ou esteróides anabólicos são derivados sintéticos de testosteronas e outras substancias medicamentosas.E para quem fica na dúvida se deve ou não suplementar a alimentação com suplementos, nutricionistas alertam para a importância da ingestão de vitaminas a fim de complementar a alimentação diária , devem ser tomadas diariamente, até por pessoas sedentárias. Todas as nossas funções vitais são dependentes de vitaminas e minerais, inclusive a função cerebral.
 
http://kadunegocios.blogspot.com.br/2012/08/qual-e-funcao-de-um-anabolizante.html

Cuidados com a Pele --- Limpe a Pele...

Cuidados com a Pele ---  Limpe a Pele

A Limpeza é, em qualquer idade, fundamental para mante-la saudável e livre de bactérias, Geralmente, deve ser feita com um Sabonete neutro e ou o indicado pelo dermatologista.
O uso de tônico, também é de grande importância, pois ele regula o pH da pele e facilita a penetração de outros cremes.
Dermatologistas recomendam: Coloque uma compressa gelada com chá de camomila na área dos olhos e deixe por 20 min; isso faz com que os vasos sanguíneos se contraiam e melhora a pigmentação da pele.


Evite alguns males

Comer muita gordura, abusar do álcool e fumar, são três grandes vilões da pele bonita.
É de grande importância o uso de um bom protetor solar, manter uma alimentação saudável, abolir o uso de tabaco e não consumir em excesso bebidas alcoólicas. Isso não somente para uma pele saudável, como todo um sistema.
Para reverter o envelhecimento, ressecamento, manchinhas e coceiras, o ideal é investir pesado na Hidratação.
Tomar banhos curtos com água em temperatura ambiente, e logo depois, fazer uma boa hidratação com o hidratante específico para o seu tipo de pele ( Rosto);

 
Vitamina C

O Uso de cremes à base de vitamina C, ajuda manter a pele firme, pois esse tipo de produto ajuda muito na produção de colágeno, combatendo a flacidez.

Esfoliação

A Esfoliação é importante para a renovação das células da pele. Essa limpeza permite que os produtos específicos para brecar o envelhecimento, penetrem na pele de maneira mais eficaz e façam um efeito mais visível.Podendo até tirar manchas superficiais.

Lembre-se; sempre depois de uma esfoliação, não
esquecer de hidratar bem a pele, principalmente se sua pele for seca.


Máscaras faciais

Estas máscaras deve ser integradas ao programa de beleza de cada tipo de pele.Uma das principais causas de envelhecimento da pele, é a elasticidade,que é causada por desidratação.
Sua aplicação é aconselhável, principalmente na pele seca,sensível e frágil. Esse tipo de máscara repõe a umidade paras as camadas mais profundas da pele, devolvendo a elasticidade.
É aconselhável usar ao máximo 2 vezes por semana.

Conheça alguns produtos da linha Nívea nivea.com.br/

Saladas Leves: Saladas que Auxiliam no Emagrecimento...

Saladas Leves:

Saladas que Auxiliam no Emagrecimento

Quando o assunto é Alimentação Saudável, logo vem em mente a SALADA. Essa costuma ser campeã do cardápio, pois as folhas e legumes são ricos em carotenoides, que ajudam a prevenir o envelhecimento precoce, além desses alimentos ajudar na digestão e tirar aquela sensação de moleza que costumamos sentir após cada refeição pesada.



Renata Maria Padovani,do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentos da universidade Estadual de Campinas ( UNICAMP), Garante que começar a refeição pela salada, intensifica o efeito dos alimentos, melhora a flora intestinal e , de quebra, faz você comer menos os pratos calóricos.

Combinações:


Cores: Quanto mais colorida for,mais benefícios ela trará.Combine vários tipos de folhas, como ALFACE,AGRIÃO,ACELGA,RÚCULA,ALMEIRÃO,ESCAROLA . Enriqueça com LENTILHA,FEIJÃO ou SOJA Cozidos. Inclua também Legumes: CENOURA,BATATA,BETERRABA,BERINJELA e ABOBRINHA. Para ousar, acrescente frutas, como ABACAXI,MAÇÃ,MANGA,ABACATE entre outras.

Temperos: Use azeite ( mas com moderação), vinagre balsâmico, suco de limão e molhos à base de iogurte,maionese light e mel.Abuse de ervas como MOSTARDA,COENTRO,MANJERICÃO,HORTELÃ e ERVA-DOCE.

Refeição Completa: Monte a salada com todos os nutrientes contidos numa refeição. Além das folhas, acrescente carboidratos, como batatas cozidas ou torradinhas. Inclua também uma porção de proteína- fatias de queijo branco ou tiras de peito de frango grelhados.



Algumas curiosidades:

As Verduras se deterioram rapidamente. Na hora de comprar, verifique se não há folhas queimadas ou amareladas. Pequenos furos podem indicar a presença de larvas e insetos.

- Os temperos estimulam as funções digestivas, geralmente lentas em pessoas com anemia e problemas nervosos.

- Bactérias conseguem se fixar facilmente nas folhas verdes, causando contaminação. Por isso, lave-as bem em água corrente. Depois, deixe-as de molho por 30 minutos em uma solução com 1/2 colher de bicarbonato de sódio e 1 Litro de água; Pode ser feito também com água sanitária: para cada 1 litro de água, adicionar 1 colher (sopa) do produto. Depois, lave em água corrente.
 
http://kadunegocios.blogspot.com.br/2013/03/saladas-leves.html

Chia... Conheça alguns benefícios.

Chia... Conheça alguns benefícios.

Reconhecida como um excelente alimento pelos nossos ancestrais, A CHIA, originalmente do México e Colômbia, fonte de proteínas, fibras dietéticas, vitamina B e minerais.
Assim que chegou ao Brasil, começou fazer parte do cardápio de pessoas que se preocupam com a boa forma física e a perda de peso.



Tem Ação Anti-inflamatória, pois o grão fornece ômega 3. que tem a propriedade de combater a inflamação do organismo.
Tem compostos bioativos com forte ação antioxidante, combatendo a ação dos radicais livres que levam ao envelhecimento precoce e também resultam no desenvolvimento de algumas doenças.
Contribui com o controle do diabetes, graças ao grande teor de fibras, ajudando a sensibilidade ao hormônio insulina, melhorando a glicemia pós refeições. Essas tornam mais lenta a absorção dos açucares pelo intestino, com isso ajuda e muito a manter a glicemia controlada.
Pela quantidade de fibras, também auxiliam o funcionamento regular do intestino.
Ajuda a melhorar a resistência e rendimento de atletas, além da recuperação muscular no pós treino, por causa da presença de proteínas vegetais, ômega 3 e a presença de minerais que são perdidos pelo suor.


Como Incluir na no dia-a-dia:


É possível encontrar a Chia em diferentes formas:

Grãos: preserva as propriedades mais intactas. Pode-se incluir em sopas, bolos, saladas, polvilhar em cereais, iogurtes, frutas e até adicionar em sucos ou água.
Óleo: os ácidos graxos ômega 3 e 6 são preservados, no entanto o teor de fibras fica comprometido. É uma alternativa para temperar a salada ou colocar na sopa.
Farinha: É o produto final da moagem do grão, fonte de ômega 3, fibras e proteínas.
É ainda possível encontrar em flocos e em cápsulas.



É importante enfatizar que a chia deve fazer parte de uma dieta nutricionalmente variada e equilibrada, para que seja possível colher os seus benefícios para a saúde. Como todo alimento, é recomendado que o seu consumo seja parte de um rodízio, no qual haja variação com outras fontes de grãos e sementes. 

http://kadunegocios.blogspot.com.br/2013/04/chia-conheca-alguns-beneficios.html

Arroz & Feijão: A tradicional combinação no prato dos brasileiros, o arroz e feijão, apesar de parecer simples forma uma dupla muito nutritiva.

Arroz & Feijão:

A tradicional combinação no prato dos brasileiros, o arroz e feijão, apesar de parecer simples forma uma dupla muito nutritiva.
O arroz é rico em amido, sendo uma ótima fonte de energia. Além disso, arroz fornece ferro, vitaminas B e proteínas. Já o feijão é um dos vegetais mais ricos em proteína, a qual tem a sua absorção pelo organismo facilitada pelo amido contido no arroz. O feijão também é rico em ferro e outros minerais. Porém, vale lembrar que o corpo humano consegue absorver apenas cerca de 10% do ferro nos vegetais. Para que a absorção de ferro em vegetais seja aumentada é necessário o acompanhamento de alimento rico em vitamina C, como por exemplo suco de laranja, o que poderia elevar a absorção para até 40%. Outro ponto a favor da combinação arroz e feijão é que eles contém aminoácidos diferentes.

Se perguntarmos para os brasileiros qual o prato que comem e não dispensam todos os dias, seja no almoço ou no jantar, grande parte dirá que é a combinação perfeita entre o arroz e feijão. O prato considerado o trivial básico da culinária tupiniquim, além de ser uma saborosa parceria, assegura um invejável arranjo de nutrientes.
Segundo a médica e endocrinologista, Soraya Hissa de Carvalho, o arroz com feijão são fontes ricas de carboidratos, proteínas, sais minerais, vitaminas e fibras. “O que falta em um, o outro fornece e, assim, se completam. Unidos, oferecem uma excelente combinação protéica. Um prato de arroz e feijão tem quase a mesma quantidade de proteínas encontradas na carne. O que as pessoas não sabem é que quando não consumimos essa dupla nosso organismo fica mais propenso a desenvolver uma série de doenças”, afirma a médica.

Basta uma concha de feijão para meia escumadeira de arroz para que os resultados sejam sentidos. De acordo com Soraya, o arroz é pobre no aminoácido lisina, que é encontrado em abundância no feijão. Já o aminoácido metionina é pobre no feijão, mas tem de sobra no arroz. Além disso, a dupla também equilibra o índice glicêmico. “Enquanto o arroz sozinho, principalmente o polido, pode disparar as taxas de açúcar e insulina na circulação, o feijão tem o poder de conter esse efeito, o que mantém a glicose estabilizada. A mistura é, portanto, bem-vinda para manter a glicemia em níveis adequados e diminuir o risco do diabete”, explica Soraya. 

http://kadunegocios.blogspot.com.br/2013/04/arroz-feijao.html

BARRIGA ZERO

BARRIGA ZERO

Já pensou em conquistar um abdome chapado sem suar a camisa? Dá, sim, com a ginástica hipopressiva.



A ginástica hipopressiva, também conhecida por abdominal hipopressiva, é um tipo de exercício físico onde os músculos abdominais são contraídos num movimento chamado de respiração diafragmática, que envolve também os músculos peitorais. Ela é muito eficaz para melhorar a barriguinha e para combater a incontinência urinária e a dor nas costas.
A técnica, exige prender a respiração por alguns instantes durante os exercícios, ativa e fortalece os músculos da região. Por isso é uma boa alternativa aos abdominais.







Deitada (o), pernas flexionadas, pés apoiados no chão e braços ao lado do corpo. Inspire profundamente e , na sequência, expire até esvaziar o pulmão, comprimindo o abdome. Segure por cinco a dez segundos e depois relaxe.










De pé, pernas afastadas na largura dos ombros, corpo inclinado para a frente e mãos apoiadas nos joelhos. inspire e expire esvaziando o pulmão e comprimindo o abdome. mantenha-se na posição por até dez segundos e solte.







Sentada, pernas cruzadas e mãos apoiadas nos joelhos. Inspire profundamente e solte o ar devagar, puxando o umbigo para dentro e encolhendo a barriga o máximo que conseguir, segure por até dez segundos e relaxe.










Em quatro apoios ( mãos e joelhos no chão), mantenha as costas alinhadas com a cabeça e olhe para baixo. Inspire fundo. Expire comprimindo o abdome, arredondando as costas e direcionando o olhar para a barriga. Segure por dez segundos e solte.
 
http://kadunegocios.blogspot.com.br/2013/05/barriga-zero.html



Tensão Pré-Menstrual - TPM ...

Tensão Pré-Menstrual - TPM


A TPM , também conhecida como tensão pré-menstrual, é um conjunto de sintomas desconfortáveis que atinge grande parcela das mulheres na época da fase lútea tardia, permanecendo até o começo da menstruação.

Entendendo a TPM

Nem todas as mulheres sentem os sintomas e efeitos da tensão pré-menstrual da mesma forma, pois algumas podem apresentar sintomas pouco significativos, enquanto outras, os efeitos são mais severos. Estes, podem interferir nas atividades cotidianas da mulher. Os sintomas mais típicos deste período são: nervosismo, irritação sem motivos significativos, depressão e sensibilidade. Estes sintomas podem manifestar-se isoladamente ou em conjunto. Com relação aos sintomas físicos, podemos citar: dores de cabeça, retenção de líquidos, sensibilidade nas mamas, dores musculares, etc.

Como vimos, esta situação que atinge muitas mulheres apresenta mudanças tanto físicas quanto psicológicas, contudo, não indica uma doença orgânica, mas sim, sintomas decorrentes durante o período do ciclo menstrual.
A TPM, muitas vezes, pode ser amenizada através de cuidados básicos e simples como, por exemplo, reeducação alimentar, diminuição da ingestão de cafeína, diminuição do consumo de sal e a realização de atividades físicas.
Nesta fase, deve-se dar preferência ao consumo de determinados alimentos como, por exemplo, morango, alcachofra, salsa, aspargo, agrião, banana, batata, pêssego, tomate, etc. Alguns destes alimentos (exemplo: morango e melancia) funcionam como diuréticos naturais no organismo, e outros, como a banana, são riquíssimos em potássio.




A seguir, três mudanças de hábitos que fazem a diferença:
  1.  Alimentação com pouca quantidade de gordura, sal, açúcar e cafeínaSegundo a ginecologista Carolina Ambrogini, a cafeína (do café, chás e bebidas do tipo cola) aumenta a tensão e a sensibilidade, portanto é contra-indicada para as mulheres que sofrem com a irritabilidade. 
  2. Passe longe do sal, que provoca retenção de líquido, caracterizada por inchaços (inclusive nos seios) e sensação de peso. Já os alimentos gordurosos levam ao aumento de peso em mulheres que ficam com mais apetite durante este período. 
  3. Dieta com boas fontes de cálcio e magnésio De acordo com um estudo feito nos Estados Unidos e publicado na revista Archives of Internal Medicine, uma dieta rica em cálcio (leite e iogurte desnatado) e magnésio (espinafre e ervilha) pode aliviar os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM).



Porém, há casos em que a simples mudança na dieta e a realização de atividades físicas não ajudam a diminuir os sintomas em algumas mulheres. Nestes casos, o indicado é procurar um médico (clínico geral ou ginecologista).
 
http://kadunegocios.blogspot.com.br/

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?


Resultado de imagem para Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.



Coles­terol alto Exis­tem dois tipos de coles­terol: lipopro­teína de alta den­si­dade, ou HDL, o coles­terol “bom”, e lipopro­teína de baixa den­si­dade, ou LDL, o tipo “ruim”. Ter níveis baixos de HDL e altos níveis de coles­terol LDL podem colocá-lo em risco de doença cardíaca e derrame. Um ovo con­tém 212 mg cheias de colesterol. No entanto, estu­dos recentes mostram que o con­sumo de ovos não con­tribui para a doença cardíaca em adul­tos sem histórico de prob­le­mas de colesterol. Um relatório pub­li­cado na edição de janeiro de 2006 con­cluiu que o con­sumo de ovos não teve efeito sobre o coles­terol no sangue em 70 por cento da população.

Dia­betes Con­sumo de ovos tam­bém tem sido asso­ci­ada aos dia­betes, mas a maio­ria dos resul­ta­dos do estudo foram incon­sis­tentes e incon­clu­sivos. Um estudo em grande escala em 2010, deter­mi­nou que comer ovos aumenta o risco de dia­betes tipo 2 em adul­tos mais vel­hos.


Recomen­dações Exata­mente quan­tos ovos você pode comer com segu­rança num dia vai depen­der de sua idade, peso, sexo, nível de ativi­dade, a ingestão calórica diária, hábitos ali­menta­res e de sua saúde. O seu médico pode fazer uma recomen­dação com base em todos esses fatores. No entanto, a mod­er­ação e var­iedade são impor­tantes para uma dieta bem equilibrada. A Har­vard Med­ical School recomenda uma média de um ovo por dia para níveis saudáveis ​​de coles­terol e um coração forte.
Incluindo ovos no seu plano de perda de peso pode aju­dar você a perder os qui­los indesejados.

Baixo em calorias Um ovo cozido con­tém 78 calo­rias, tor­nando um um bom com­ple­mento para as refeições, se seu obje­tivo é perder peso, no entanto, tenha em mente que fritar ovos aumenta o teor de calo­rias por causa da adição de man­teiga ou óleo para coz­in­har. Além disso, lembre-se que para perder peso, você deve queimar mais calo­rias do que aque­las que con­some e, por­tanto, seguir uma dieta com­posta prin­ci­pal­mente de ali­men­tos de baixa calo­rias, incluindo ovos, é uma maneira sen­sata de perder peso.


Baixo teor de gordura Uma dieta de 2000 calo­rias deve con­ter 44 – 78 g de gor­dura por dia. A diminuição do con­sumo de calo­rias para perda de peso faz com que este número seja ligeira­mente infe­rior. Por exem­plo, um total de 1500 calo­rias por dia sig­nifica obter 33 – 58 g de gor­dura. Com cerca de 5 g de gor­dura cada um, os ovos são apro­pri­a­dos para a perda de peso, uma vez que se torna mais fácil ficar den­tro destas recomen­dações, mas não se esqueça que o teor de gor­dura aumenta quando os ovos são fritos ou mexidos.

Pro­teína Os ovos são fonte de pro­teína com­pleta, con­tendo todos os oito aminoá­ci­dos essen­ci­ais. A pro­teína é um nutri­ente que ofer­ece saciedade e faz você sen­tir se sen­tir saci­ada, reduzindo a chance de que você vai comer ali­men­tos não saudáveis ​​entre as refeições. Um café da manhã que inclui ovos pode­ria reduzir a quan­ti­dade de calo­rias que você come durante o resto do dia. Um ovo cozido con­tém cerca de 6 g de proteína.

Recomen­dações Os ovos não são um ali­mento mágico perda de peso, mas são um bom com­ple­mento para um plano de refeições de baixa calo­rias e de baixo teor de gor­dura para aju­dar você a perder peso. Mis­ture os ovos com pão de trigo e fruta para uma refeição da manhã que é rica em fibras. A Fibra ofer­ece um mel­hor con­t­role do apetite porque é digerida deva­gar. Para um aumento saudável ener­gia no lanche da tarde, coma um ovo cozido, o que vai aju­dar você a ficar cheia até o seu jan­tar.


Benefícios da Clara dos Ovos

A clara do ovo é uma ótima alter­na­tiva para os ovos inteiros, se você está lim­i­tando a sua ingestão de gor­dura ou coles­terol. Descartando-se a gema de ovo, você elim­ina a fonte de gor­dura do ovo e o coles­terol. A clara de ovo é uma escolha saudável, porque ela é baixa em calo­rias e rica em pro­teí­nas. O mel­hor de tudo, você pode facil­mente tro­car os ovos inteiros pela clara em qual­quer prato.



Estatís­ti­cas Nutricionais Um ovo grande con­tém cerca de 33 g de clara de ovo, que con­siste em ape­nas 16 calo­rias, 0,1 g de gor­dura, 0 g de gor­dura sat­u­rada, 0 g de coles­terol, 55 mg de sódio, 0,2 g de hidratos de car­bono e 3,6 g de pro­teína. Além disso, as claras dos ovos tam­bém são ricas em vit­a­m­i­nas como riboflav­ina e selênio. A maio­ria dos pratos de ovos con­têm as claras de dois ou três ovos, o que equiv­ale a ape­nas 30 a 45 calo­rias, mas ainda isso ainda rep­re­senta 7 – 10 g de pro­teína. A Clara de ovo é uma fonte baixa de calo­rias mas alta em proteína.


Clara de ovo como um sub­sti­tuto para ovos Se você está preparando um prato de ovos, como ovos mex­i­dos ou ovos fritos, você pode sim­ples­mente tro­car ovos inteiros pela clara do ovo. Se você está preparando uma receita de assa­dos, como bolo ou muffins, você deve saber que clara de ovo pode mudar a con­sistên­cia do prato. A gor­dura na gema de ovo fornece a umi­dade e ajuda a emul­si­ficar a massa. Ainda assim, as claras dos ovos fun­cionam bem em muitas receitas assadas também.


Sub­sti­tu­tos Com­er­ci­ais dos Ovos Você pode notar que estão apare­cendo sub­sti­tu­tos de ovos no corre­dor refrig­er­ado de seu super­me­r­cado local. Estes sub­sti­tu­tos são geral­mente claras de ovo enrique­ci­das com algu­mas vit­a­m­i­nas e min­erais. Estes sub­sti­tu­tos são con­ve­nientes e saudáveis. Você não tem que se pre­ocu­par com que­brar todos os ovos, mas você ainda recebe a nutrição que as claras do ovo têm para oferecer.

Para dar um passo adi­ante, esses sub­sti­tu­tos con­têm vit­a­m­i­nas e min­erais que são per­di­dos quando você descarta a gema de ovo. Os Sub­sti­tu­tos de ovos geral­mente con­têm vit­a­m­i­nas A, D, E, B6 e B12, assim como o ferro, tiamina, riboflav­ina, ácido fólico, ácido pan­totênico e zinco.


Receitas fáceis com claras de ovo Exis­tem algu­mas maneiras fáceis de incor­po­rar as claras em sua dieta. Você pode preparar as claras de ovos mex­i­das pré-aquecendo uma pan­ela e então mex­endo as claras em neve por aprox­i­mada­mente um min­uto.
Você pode servir claras de ovo com uma fatia de tor­rada, pão inte­gral e um pedaço de fruta. Se você preferir algo mais sub­stan­cial, você pode preparar uma omo­lete de ovo branco com legumes fres­cos de sua escolha. Tente evi­tar ali­men­tos alta­mente calóri­cos ao pequeno-almoço, como pre­sunto ou bacon.
A con­sistên­cia de clara de ovo é difer­ente da de ovos inteiros, mas os bene­fí­cios nutri­cionais das claras superam os de ovos inteiros. Você vai econ­o­mizar toneladas de calo­rias e gra­mas de gor­dura e coles­terol, fazendo a mudança para a clara do ovo.


É Bom Comer um Ovo Depois do Treino?

A sua refeição pós-treino é uma das refeições mais impor­tantes do dia se é uma pes­soa ativa. Após um treino intenso, seus mús­cu­los estão fati­ga­dos. Além disso, as reser­vas de car­boidratos de seu corpo  — con­heci­dos como glicogênio — estão esgo­ta­dos. Con­sumir uma pro­teína rica con­tendo ovos pode aju­dar a pro­mover o cresci­mento e recu­per­ação muscular.


Importân­cia da refeição após treinamento Várias pesquisas têm mostrado que os atle­tas que con­somem uma refeição de recu­per­ação pós-treino se recu­peram mais rap­i­da­mente, crescem mais tecido mus­cu­lar e aumen­tam mais rap­i­da­mente o desem­penho do que aque­les que não comem refeições de recu­per­ação. O doc­u­mento acres­centa que a pro­teína é o ingre­di­ente mais impor­tante em uma refeição de recu­per­ação pós-treino.


Pro­teína de ovo Você deve con­sumir fontes de pro­teína com­pleta após os treinos. As Fontes de pro­teína com­pleta — incluindo carne bov­ina, soja e ovos — são absorvi­dos e uti­liza­dos pelo seu corpo mais do que fontes de pro­teí­nas incom­ple­tas, tais como legumes e fru­tas. De acordo com a Uni­ver­sity of Michi­gan Health Sys­tem, a pro­teína do ovo é o expoente da qual­i­dade da pro­teína. Além disso, a pro­teína do ovo é rica em aminoá­ci­dos e glutâmico ACIC — duas for­mas de pro­teína dietéti­cas que são espe­cial­mente impor­tantes para a con­strução muscular.



Dosagem Enquanto pro­teína do ovo é uma fonte de qual­i­dade de pro­teína, um único ovo pode não ser sufi­ciente para aju­dar a recu­perar depois de um treino. É acon­sel­hável que os atle­tas apon­tem para cerca de 25 gra­mas de pro­teína após o treino. Segundo o Depar­ta­mento de Agri­cul­tura dos EUA, um único ovo cozido con­tém cerca de 6 gra­mas de pro­teína dietética.


Con­sid­er­ações Obje­tivo é con­sumir uma refeição de recu­per­ação pós-treino em 30 min­u­tos para opti­mizar a sua eficá­cia. Com­bi­nando a sua pro­teína do ovo com uma fonte de car­boidratos de ráp­ida digestão, como fru­tas ou arroz pode aumen­tar a recu­per­ação mus­cu­lar. Os ovos são ricos em coles­terol e podem não ser apro­pri­a­dos para aque­les com níveis ele­va­dos de coles­terol no sangue. Con­verse com seu médico antes de comer ovos após o treino.



Fonte:http://www.i-legumes.com/beneficios-saude/quantos-ovos-posso-comer-por-dia/

O grande perigo do leite,queijo e laticínios-Voce sabe o que está consumindo e como isso está afetando a sua saúde?

O perigo do leite … Evite o leite… pela sua saúde!

O QUE É O LEITE DE VACA? 

O leite de vaca é um fluído insalubre, que contém uma gama ampla de substâncias inconvenientes. O seu consumo prolongado tem um efeito acumulativo prejudicial. Com 59 hormônios ativos, vários alérgenos, gordura e colesterol, a maior parte produzida mostra ainda quantidades mensuráveis de herbicidas, pesticidas, dioxinas (até 2.200 vezes o nível aceitável), até 52 antibióticos poderosos, sangue, pus, fezes, bactérias e vírus. Pode conter resíduos de tudo o que a vaca come. Inclusive coisas como restos radiativos de testes nucleares. Uma pergunta que deve ser feita é: onde é que as vacas arranjam cálcio para terem ossos tão grandes? A resposta é simples: sim, das plantas! E as mesmas plantas fornecem-lhes ainda uma boa quantidade de magnésio, necessário para a absorção e o uso do cálcio.
O cálcio do leite de vaca é básicamente inútil. O leite tem conteúdo insuficiente de magnésio (11% do que seria necessário para a mesma quantidade de cálcio). Igualmente, para a boa absorção de cálcio é importante a presença da vitamina D, que nós, humanos, produzimos pela simples exposição à luz solar. As nações com mais alto nível de consumo de leite e laticínios também têm o maior nível de osteoporose, como atestado por um estudo desenvolvido por 78.000 enfermeiras num período de 12 anos.

AS MANIPULAÇÕES DAS MÍDIAS E O INTERESSE DOS GRANDES CARTÉIS
As indústrias de laticínios americanas gastaram rios de dinheiro para convencer o público em geral que o leite é necessário por razões de saúde, mas o que não nos disseram é que para os adultos o consumo de leite animal pode estimular doenças coronárias, obesidades, diabetes, câncer de mama, próstata e cólon, doenças autoimunes, osteoporose, algumas doenças da retina e dos rinse diabetes tipo 1 em crianças predispostas, em que o pâncreas sofre uma destruição autoimune. Por isso, o alimento pode e deve ser evitado, sem prejuízo para o organismo. O leite, particularmente o de vaca, é a mais comum das alergias a alimentos [Fonte: Rona, Nowak-Wegrzyn]. Mesmo quando não se é alérgico o leite é frequentemente intolerado no trato intestinal [Fonte: Nowak-Wegrzyn] e o problema vai muito além da intolerância à lactose pois este provoca inchaço intestinal, prisão de ventre e refluxo. Clinicamente, o leite, está ainda ligado ao aumento de problemas de pele (eczema), sinusite, enxaquecas e dores nas articulações [Fonte: Grant].Na realidade o leite é muito mais do que uma bebida, é um fenômeno cultural e industrial passível de ser analisado ao longo da história das civilizações. O mito do leite espalhou-se pelo mundo baseado na crença de que é rico em proteínas e cálcio e essencial para a saúde, especialmente dos ossos. Todavia os estudos mostram que são mais os malefícios e os efeitos nefastos à saúde do que os benefícios. Surpreendentemente não só o corpo humano é incapaz de absorver o cálcio do leite de vaca (especialmente pasteurizado), mas também ficou já provado que o leite pode aumentar as perdas de cálcio nos ossos. Irônico?

Como todas as proteínas animais o leite aumenta a acidez do pH do corpo humano que por seu lado desencadeia uma correção biológica natural. É que o cálcio é um excelente neutralizador de acidez e o maior armazém de cálcio do corpo é exatamente o esqueleto. Assim, o mesmo cálcio que os nossos ossos necessitam para se manterem fortes e saudáveis vai ser usado para neutralizar a acidez provocada pela ingestão de leite. Uma vez destacado dos ossos para equilibrar o pH, o cálcio é expelido pela urina causando um efeito surpreendetemente contrário ao que é advogado pelas indústrias leiteiras. Sabendo tudo isto percebemos finalmente porque os países com menor consumo de lacticínios são também aqueles que possuem menor incidência de fraturas ósseas na população. É triste ver que os profissionais de saúde continuam a ignorar estes fatos comprovados O leite de vaca é para bezerros! Graças à nossa ingenuidade e talvez aos instintos de sobrevivência adotamos o ato dúbio de beber o leite de outras espécies. Ninguém nega a eficácia e pertinência do leite de vaca para os bezerros, mas ao contrário dos humanos, estes deixam de consumir leite definitivamente uma vez que estejam crescido e o mesmo se aplica a todos os mamíferos da face do planeta. Além disso cada espécie de mamífero é o próprio ‘designer’ do seu leite que serve exatamente para a sua espécie, e isto aplica-se ao leite de vaca que contém três vezes mais proteínas que o leite humano ,o que óbviamente tem de provocar distúrbios metabólicos nos humanos que erradamente o consomem. Para quem insiste em manter os laticínios na sua dieta ,fique pelo menos sabendo que o que compram no supermercado está muito longe de ser saudável. As vacas leiteiras recebem diáriamente hormonios de crescimento e de simulação de gravidez para aumentar a produção de leite, bem como antibióticos variados para diminuir infecções provocadas pelos mais variados mecanismos e químicos a que estão expostas. Estes materiais obrigatóriamente contaminam o leite e o seu impacto para os seres humanos que o consomem é ainda desconhecido.
INTOLERÂNCIA Á LACTOSE
Os sintomas da intolerância à lactose são diarréia, flatulência e distúrbios gastrointestinais, e surgem devido à ausência, no organismo humano, de enzimas capazes de atuar na digestão do açúcar do leite. Esta ausência é um processo natural que ocorre no organismo, pois os humanos são mamíferos e os mamíferos não necessitam consumir leite durante a vida adulta (menos ainda de outras espécies). Humanos que insistem em consumir leite após o seu desmame forçam o organismo a continuar a produzir estas enzimas, daí ser tão comum encontrar pessoas intolerantes à lactose.O consumo de lacticínios não está só relacionado com doenças e alergias – os agentes contaminantes encontrados em várias amostras de leite são um grave problema para a saúde humana. A indução artificial da produção de leite conduz a inflamações graves nas glândulas mamárias dos animais, que requerem tratamento à base de antibióticos. Vestígios destes antibióticos, bem como de pesticidas e outros medicamentos, são encontrados em leites e outros produtos derivados.
O leite de vaca e seus derivados posicionam-se, atualmente, entre os alimentos mais consumidos no mundo. Sempre foi elogiado pelas suas propriedades nutricionais, pelo seu delicioso sabor e pelas vitaminas e minerais que fornece ao nosso corpo, especialmente o cálcio. No entanto, pesquisas mais recentes questionaram os supostos benefícios do leite de vaca, ao descobrir que, ao contrário do que se pensava, o consumo excessivo de leite de vaca pode prejudicar a saúde e levar a várias doenças.
Por que o leite de vaca pode fazer mal para a saúde?


Muitos se perguntam por que o leite de vaca é ruim para a saúde se nós o consumimos há séculos?Para responder esta questão, temos que voltar um pouco ao tempo, mais ou menos na década de 1960, quando se começou a alterar artificialmente o envelhecimento natural do gado. Estudos apontam que em meados de 1800, uma vaca produzia, aproximadamente, cerca de dois litros de leite por dia. Em 1960, uma vaca começou a produzir cerca de 9 litros de Leite por dia.
Atualmente, são aplicadas novas técnicas de reprodução artificial de animais, tais como o uso deAntibióticos, seleção genética do filhote, mudança de alimentação e o uso de hormônios de crescimento, o que tem feito uma vaca chegar a produzir até 24 litros de leite por dia. É muito impressionante ver como uma vaca passou da produção de dois litros de leite a 24 litros e até mais por dia.
Embora as técnicas de criadouros artificiais sejam benéficas para a economia e para as indústrias de laticínios e da carne, o fato é que o processo de alteração da natureza tem consequências que estão afetando os consumidores, uma vez que o leite é afetado pela forma de criação do animal, através de antibióticos, hormônios e nutrição, entre outros. Como resultado há diferentes incidentes de saúde que podem surgir ao longo dos anos.
As pesquisas sobre os impactos do leite de vaca na saúde são feitos há muitos anos e estas concordam com o fato de que forma forma como este é tratado pode afetar a saúde. Há pouco tempo, um estudo de Harvard reconheceu o que se vinha dizendo do leite de vaca e advertiu sobre a relação entre o consumo excessivo deste produto e o desenvolvimento de diferentes doenças.
Enxaqueca



Os estudos descobriram que os pacientes que sofrem de Enxaquecareduziram significativamente os sintomas depois de parar de consumir leite de vaca.
Prisão de ventre


A intolerância ao leite de vaca tem sido associada à prisão e ventre em crianças e adultos mais velhos. Remover este item da dieta e aumentar o consumo de frutas,Legumes e fibras é a solução para este problema.
Câncer



A presença de hormônios e de outras substâncias no leite de vaca têm sido associadas com o desenvolvimento de diferentes tipos de câncer, incluindo de estômago, mama, ovário, pâncreas, próstata, pulmão e testículo.
Catarata


As pesquisas constataram que as populações que consomem com mais frequência o leite de vaca e seus derivados têm uma maior incidência de catarata, em comparação com aqueles que evitam o produto. Este problema está relacionado à lactose e galactose, afetando principalmente a população feminina.
Fadiga crônica



Um estudo realizado com crianças em 1991, em Rochester, Nova York, descobriu que o consumo de leite de vaca aumentou em 44,3% o risco de fadiga crônica.
Reações alérgicas


A alergia a proteínas do leite de vaca foi definida como um mecanismo de defesa do sistema imunológico. Estudos têm mostrado que a reação alérgica pode ser imediata, isto é, pode aparecer em menos de 45 minutos, depois de algumas horas ou depois de alguns dias.
Sangramento gastrointestinal


É causado pela intolerância às proteínas do leite de vaca, que afetam, sobretudo, as crianças. Inclusive, a intolerância tem sido julgada como uma das causas mais comuns da Anemia em crianças.
Outras 17 doenças relacionadas com o consumo de leite de vaca:


Artrite reumatóide e artrose
Asma
Autismo
Colite ulcerativa
Síndrome do intestino irritável
Diabetes mellitus tipo I
Dores abdominais
Doença de Crohn
Doença coronárias
Esclerose múltipla
Fístulas e fissuras anais
Incontinência urinária
Intolerância à lactose
Linfomas
Concluindo, e como explica o famoso Save Our Bones Program,ao contrário do que diz a imprensa, a mídia e os profissionais de saúde arrebanhados a repetir unicamente o que ouvem sem tentar perceber se é correcto ou não, beber leite e consumir laticínios não é uma resposta ou uma reversão à osteoporose ou outras deficiências, bem pelo contrário. No meio de tudo isto ressalva-se apenas que laticínios naturalmente processados e sem adição de açúcares ou adoçantes estão já livres de acidez e os estudos atestam que o iogurte, as natas e o kefir que não possuem rBGH (hormonio) têm francos benefícios para a saúde humana. Fica o aviso… saia da corrente! Investigue e pondere não consumir leite, pela sua saúde!
ASSISTA O VÍDEO -IMPERDÍVEL-GRANDES REVELAÇÕES DO DR LAIR RIBEIRO SOBRE O LEITE
Lactose, Caseína, e o Problema dos Laticínios e Derivados de Leite

leia mais em: http://lucioamorim.com.br/lactose-caseina-e-o-problema-dos-laticinios-e-derivados-de-leite
Lactose, Caseína, e o Problema dos Laticínios e Derivados de Leite

http://medalimenta.blogspot.com.br/2016/09/riscos-para-saude-de-ingerir-leite-e.html

O QUE EXISTE NUM COPO DE LEITE....

Resultado de imagem para Leite de vaca e outros laticínios 
http://lucioamorim.com.br/lactose-caseina-e-o-problema-dos-laticinios-e-derivados-de-leite
 

Atividades de Matemática (Reforço 4º e 5º Ano)

Atividades de Matemática (Reforço 4º e 5º Ano)

















http://www.professorzezinhoramos.com/2013/11/atividades-de-matematica-reforco-4-e-5.html