1

1

domingo, 13 de maio de 2018

Por que só os humanos falam?

Por que só os humanos falam?


A fala é uma característica única do ser humano. Nenhum outro animal possui a capacidade de conversar através do uso de palavras, ordenadas em frases, com diferentes entonações. A comunicação humana é a mais rica e complexa entre todas as outras formas de comunicação do Reino Animal, possuindo um número infinito de combinações entre sons e palavras. Se depender da diversidade da nossa linguagem falada, ficaremos cada vez mais tagarelas!

Os outros animais também se comunicam, mas de forma mais simplificada: emitem um número bem menor de combinações de diferentes sons e não possuem a capacidade de comunicação através de palavras, de frases etc. Eles se comunicam, isso é um fato, mas não através de uma linguagem tão complexa como a humana - na verdade, são duas coisas que nem podem ser comparadas.

Por que será que apenas nós, humanos, conseguimos falar? O que temos de tão diferente?

Os responsáveis pela fala

Ainda não se sabe quando foi que o homem começou a falar, mas algumas respostas sobre por que o homem fala já são conhecidas. Características da estrutura anatômica do corpo humano estão envolvidas na formação da fala, como, por exemplo:
- Postura ereta do corpo;
- Formação de um ângulo de 90o entre a faringe e a boca;
- Aumento do comprimento da faringe;
- Posicionamento posterior da língua.

Além dessas características anatômicas, o aumento do tamanho do cérebro, juntamente com o aumento da sua complexidade, também estão envolvidos no desenvolvimento da nossa linguagem falada.

A formação de frases complexas não é observada nem mesmo em animais que passaram por longos anos de treinamento com cientistas para aprender a falar.
Características exclusivas do homem estão relacionadas à produção de som pelas cordas vocais. Para entender melhor como elas interferem na capacidade de falar, é necessário entender, primeiramente, o que são as cordas vocais e como elas produzem os sons.

A produção do som

Todo som é produzido por vibrações sonoras. Portanto, a fala, que nada mais é do que um conjunto de ondas sonoras, também é produzida por vibrações. No interior da laringe, encontramos um tecido que forma duas pregas musculares, chamadas de cordas vocais. É a vibração desse tecido que produzirá as ondas sonoras, que, em conjunto, formarão as palavras e os outros sons que produzimos quando estamos falando.

Quando falamos, as duas cordas vocais se aproximam, e o ar expirado passa por esse espaço estreito entre as cordas, fazendo-as vibrar. Essa vibração gera um som que pode variar de intensidade e de duração, de acordo com a quantidade de ar que passa pelas cordas.

O que determina a produção de diferentes sons e, consequentemente, de palavras não é a quantidade de ar expirado, mas a passagem das ondas sonoras pela cavidade bucal e pela faringe. Essas estruturas formam uma espécie de tubo, onde as ondas sonoras serão modificadas e combinadas, gerando diferentes palavras.

Alguns animais, como gatos e cachorros, também possuem cordas vocais, mas não conseguem falar, pois não possuem nem a especialização cerebral, nem as características apropriadas na faringe e na boca.

Papagaio: um imitador barato

Devido a características anatômicas especiais e a uma memória muito boa, os papagaios conseguem reproduzir palavras.

A convivência em cativeiro com seres humanos faz com que essas aves aprendam e memorizem algumas palavras. Após esse "aprendizado", são capazes apenas de repetir as palavras, mas sem entender o que significam ou produzir frases originais a partir delas.

Fonte: UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário