1

1

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Saúde e os seus porquês...

Saúde e os seus porquês


Por que os perfumes não ficam com o mesmo cheiro em todas as peles?
O cheiro que um perfume apresenta está associado a fatores como tipo de pele (oleosa etc.), suor, acidez, alimentação, alterações hormonais e até o uso de medicamentos. Por exemplo, uma pessoa elimina parte das toxinas ingeridas pela transpiração; então, uma dieta rica em gorduras e o uso de fármacos podem alterar o cheiro. Além disso, a percepção dos aromas também ocorre de forma individual. As células olfatórias mandam a informação por meio das fibras nervosas para o bulbo olfatório e dele até o encéfalo - que traduz esses sinais em sensação de cheiro, o que é diferente em cada um, e envolve experiências e gostos pessoais.
Quem responde: Fernando Canova, fisiologista da Univ. Estadual de Campinas (UNICAMP).

Por que o nariz e a testa são regiões do rosto tão oleosas?
A oleosidade da pele é dada pelas pilossebáceas - músculo que fica perto do pelo e glândula sebácea -, que têm quantidade por centímetro quadrado diferente em cada parte do corpo. A concentração de pilossebáceas é maior na testa, nariz e queixo (Zona T), onde se produz mais sebo, o que deixa a pele mais oleosa e grossa. Isso, entretanto, não caracteriza um problema com a pele e pode ser revertido com o uso de produtos adequados indicados pelo dermatologista. Nos casos mais graves, normalmente em conjunto com o excesso de acne, o especialista também pode receitar medicamentos via oral.
Quem responde: Gisele C. T. Barbosa, dermatologista estética da Universidade de São Paulo (USP).

Por que minhas juntas estralam tanto quando me mexo?
Apesar de ser uma pergunta frequente, não existe uma explicação para o barulho do "estralo" das articulações. Elas podem acontecer devido a um movimento do músculo, tendão, ou até da própria articulação, e, ao contrário do que muitos acreditam não é ocasionada por uma falta de lubrificação no local. É importante ressaltar que apenas esse barulho não representa nenhum risco ao paciente e nem é sinal de que algo está fora do lugar no corpo. Agora, quando o estralo é acompanhado de dor, é um sinal de que alguma coisa não vai bem, e a pessoa deve procurar um ortopedista para investigar o que está acontecendo.
Quem responde: Kelly Stefani, especialista em ortopedia do Hospital Samaritano de São Paulo.

Por que vejo bolas coloridas depois de olhar para a luz?
A percepção da luz na retina causa uma reação química e a liberação de neurotransmissores. Quando observamos por tempo determinado uma fonte de luz, ou ainda uma cor bastante forte, esses neurotransmissores se esgotam e imagens (como as bolinhas coloridas) são percebidas ao piscar ou olhar para uma parede branca, por exemplo. Essa reação, que não se trata de um problema ocular, é conhecida como pós-imagem. Contudo, quando uma pessoa está com deficiência de Vitamina A no organismo, pode ter um pouco mais de dificuldades para recuperar a visão rapidamente.
Quem responde: Ricardo Neves, oftalmologista e diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos.

Fonte: Revista Viva Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário