1

1

domingo, 1 de outubro de 2017

Resultado da Quina 4495, sábado, 30/09/2017

Resultado da Quina 4495, sábado, 30/09/2017

O resultado da Quina 4495 será divulgado no GIGA-SENA dia 30/09/2017, sábado, a partir das 20:00 horas.

A Quina 4495 ocorrerá no dia 30 de setembro de 2017 e o prêmio principal está estimado em R$ 6.000.000,00 para quem acertar o resultado da Quina 4495. Quem acertar a QUADRA com 4 números, o TERNO com 3 números ou o DUQUE com 2 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 5 números no resultado da Quina concurso 4495 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Quina.
Os valores de cada prêmio da Quina 4495 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 4495 DATA 30/09/2017
05
17
25
64
66
 
QUINAQUADRATERNODUQUE
prêmio
0,005.484,5193,942,12
ganhadores
x 0x 94x 8.252x 200.630
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 02/10/2017Prêmio Estimado: R$ 6.500.000,00
[AVISO] A QUINA AGORA PAGA 2 ACERTOS!

Resultado da Mega Sena 1973, sábado, 30/09/2017

Resultado da Mega Sena 1973, sábado, 30/09/2017

O resultado da Mega Sena 1973 será divulgado no GIGA-SENA dia 30/09/2017, sábado, a partir das 20:00 horas direto do Caminhão da Sorte.

A Mega Sena 1973 ocorrerá no dia 30 de setembro de 2017 e o prêmio principal está estimado em R$ 47.000.000,00 para quem acertar o resultado da Mega Sena 1973. Quem acertar a QUINA com 5 números ou a QUADRA com 4 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 6 números no resultado da Mega Sena concurso 1973 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Mega Sena.
Os valores de cada prêmio da Mega Sena 1973 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1973 DATA 30/09/2017
01
12
16
17
52
60
 
SENAQUINAQUADRA
prêmio
0,0032.691,06704,30
ganhadores
x 0x 110x 7.294
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 04/10/2017Prêmio Estimado: R$ 55.000.000,00

Resultado da Dupla Sena 1700, sábado, 30/09/2017

Resultado da Dupla Sena 1700, sábado, 30/09/2017

O resultado da Dupla Sena 1700 será divulgado no GIGA-SENA dia 30/09/2017, sábado, a partir das 20:00 horas.

A Dupla Sena 1700 ocorrerá no dia 30 de setembro de 2017 e o prêmio principal está estimado em R$ 3.800.000,00 para quem acertar o resultado da Dupla Sena 1700 no primeiro sorteio. Quem acertar a QUINA com 5 números, a QUADRA com 4 números ou o TERNO com 3 números em qualquer um dos dois sorteios também ganha prêmio de menor valor. Se não houver ganhador com 6 números no resultado da Dupla Sena concurso 1700 em qualquer um dos dois sorteios o prêmio acumula para o primeiro sorteio do próximo concurso da Dupla Sena.
Os valores de cada prêmio da Dupla Sena 1700 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1700 DATA 30/09/2017
1º Sorteio
05
07
08
22
24
39
 
SENAQUINAQUADRATERNO
prêmio
0,003.790,8172,601,92
ganhadores
x 0x 18x 1.074x 20.224
ACUMULOU!
2º Sorteio
17
18
25
30
33
47
SENAQUINAQUADRATERNO
0,003.070,5564,441,86
x 0x 20x 1.210x 20.855
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 03/10/2017Prêmio Estimado: R$ 4.100.000,00
[AVISO] A DUPLA-SENA AGORA PAGA 3 ACERTOS!

Resultado da Timemania 1089, sábado, 30/09/2017

Resultado da Timemania 1089, sábado, 30/09/2017

O resultado da Timemania 1089 será divulgado no GIGA-SENA dia 30/09/2017, sábado, a partir das 20:00 horas.

A Timemania 1089 ocorrerá no dia 30 de setembro de 2017 e o prêmio principal está estimado em R$ 10.300.000,00 para quem acertar o resultado da Timemania 1089. Quem acertar 6, 5, 4 ou 3 números, ou o Time do Coração, também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 7 números no resultado da Timemania concurso 1089 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Timemania.
Os valores de cada prêmio da Timemania 1089 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1089 DATA 30/09/2017
44
50
51
55
66
72
74
Time do Coração
VASCO/RJ
 
7 acertos6 acertos5 acertos4 acertos3 acertosTime
prêmio
0,003.436,80646,786,002,005,00
ganhadores
x 0x 44x 334x 5.749x 51.593x 38.543
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 03/10/2017Prêmio Estimado: R$ 11.000.000,00

Curiosidades: Puro Malte é cerveja boa?

Cerveja puro malte é sinônimo de qualidade?

Daí que você chega no bar e ouve o “entendedor” da mesa ao lado dizer: essa é puro malte, é da boa!

Será mesmo?

Então vamos esmiuçar esse conceito, porque você mesmo/a vai dar a resposta pra essa pergunta!
Vamos começar pelo malte, o que é?

O malte não é exatamente um cereal, ou simplesmente isso.

Malte é o resultado de um processo que o cereal sofre – uma germinação forçada (resumindo, umidifica-se o cereal, ele começa a germinar e… pow! Corta-se a germinação através de secagem).

Após esse processo o malte pode ser torrado, defumado, etc, conferindo diferentes aromas, sabores e cores pra cerveja.

E a malteação pode ser aplicada a inúmeros cereais, dentre os quais a cevada, o trigo, o arroz, o milho…
Puro malte e a lei da pureza

Agora peguemos o bonde pra Alemanha de 1516 e vamos entender o que é a tal da Reinheitsgebot:

“A Reinheitsgebot (português: Lei da Pureza da Cerveja) foi uma lei promulgada pelo Duque Guilherme IV da Baviera, em 23 de abril de 1516. A lei da pureza da cerveja instituiu que a cerveja deveria ser fabricada apenas com os seguintes ingredientes: água, malte de cevada e lúpulo”.

Foi logo após a Segunda Guerra Mundial que a famosa lei passou a aceitar a produção de cervejas (de alta fermentação – Ales) contendo outros ingredientes além dos já citados: maltes de outros cereais bem como açúcares e corantes.

Em geral, os cervejeiros alemães ainda seguem os princípios da Reinheitsgebot por considerarem ser uma garantia de qualidade. E muita gente mundo afora também.
E se não for puro malte?

Mas e se uma cerveja tiver outros ingredientes além de água, malte de cevada, fermento e lúpulo?

Você já ouviu falar em “adjuntos cervejeiros”?

Pois é. Açúcares de diversas origens, corantes (naturais, por favor!), ervas, frutas (e até verduras!!!), flores, raízes e especiarias! Tudo isso é adjunto também, e muito, muito utilizados nas cervejas artesanais brasileiras!

Portanto… Seria qualquer cerveja artesanal uma cerveja puro malte? Não de acordo com a Lei da Pureza Alemã…
E o que diz a lei aqui no Brasil?

Pela legislação brasileira está permitido o uso de até 45% de adjuntos para substituir o malte. 45% de cereais não maltados (olha a cerveja famosinha de milho aí!), açúcares de cana, xaropes diversos, e tudo o que foi dito lá em cima.

Na grande indústria os processos de fabricação são muito mais controlados e refinados (tecnicamente falando), o que deveria refletir na qualidade do produto final.

O que acontece é que as grandes empresas se aproveitam ao máximo da brecha dos 45%, já que alguns desses adjuntos acabam barateando a produção em massa. E é nessa hora que a qualidade da cerveja despenca…

Para acelerar a produção, encurtar o tempo de fermentação ou maturação de uma cerveja e baratear seu custo, as cervejas populares utilizam o limite (ou quase) de adjuntos permitidos e de forma desequilibrada, não tendo como objetivo a qualidade sensorial da cerveja.
Puro malte sim ou não?



Então, resumindo, puro malte é uma cerveja que tem como fonte exclusiva de açúcares o malte de cevada, e que não usa qualquer outro tipo de adjunto.

Isso quer dizer que uma cerveja puro malte sempre será boa? Não.

Isso quer dizer que uma cerveja artesanal é sempre puro malte? Novamente, não.

Saúde! E feliz dia dos pais pra todo mundo (pais, mães, avós, filhos e chegados)!
 
http://www.ocaneco.com.br/puro-malte-e-cerveja-boa/

Como Fazer um Banho-maria: Pudim de Leite com Requeijão

Como Fazer um Banho-maria: Pudim de Leite com Requeijão

Este post, assim como o anterior a este (Banho-maria e Suas Funções)  é dedicado especialmente aos iniciantes na cozinha, cuja experiência ainda é pouca e que necessitam de maiores esclarecimentos para executar as receitas que pedem banho-maria sem, no entanto, explicá-lo. O que está totalmente dentro daquilo a que uma receita se propõe, já que ela é um guia de procedimentos para se fazer uma comida qualquer, não cabendo nela maiores explicações. Se uma receita fosse descrever pormenorizadamente a razão de cada uma de suas etapas, ficaria imensa e extremamente confusa. 
Escolhi uma receita de pudim de leite condensado com requeijão para demonstrar o banho-maria, e fui muito feliz porque, além de muito gostosa, ficou pouco doce, ao contrário do pudim só com leite condensado, que é muito doce para o meu paladar. Tenho certeza que você também vai adorar!

Créditos: Pudim de Leite Cremoso; Revista Série Puro Sabor, Ano 7, nº 33, 2011, Pudins, p.20
FOTO 3: Eliminei porque ela era igual à foto 5d e totalmente desnecessária. Por esta razão, da foto 2 se passa para as fotos 4.


Receita do Pudim de Leite com Requeijão
Ingredientes  *Xícara: 190ml *Colher de sopa: 15ml
Pudim
1. 1 lata de leite condensado (395g)
2. 2 latas de leite de gado: medidas na latinha do leite condensado (580ml) 
3. 220g de requeijão cremoso (usei Nestlé Light)
4. 3 ovos médios
5. 1 colher de sopa rasa de farinha de trigo
Calda 
• 1  xícara de chá de açúcar (era 1 ½ xícara)
• 1/2 xícara de chá de água.

Preparo
A) Como Fazer o Banho-maria
1. Antes de iniciar a confecção da receita, selecione uma forma redonda de anel (funil) de 22x7,6cm, de tamanho adequado ao pudim. Faça uma tampa para a forma com um pedaço duplo de papel alumínio (lado fosco voltado para fora. Segundo os entendidos, se o lado brilhante ficar para fora, ele reflete o calor, reduzindo a temperatura e aumentando o tempo de cozimento). RESERVE.
2. Escolha, então, a assadeira em que vai fazer o banho-maria. Como? Meça a altura da forma de pudim e marque a metade da altura* com uma caneta definitiva (foto 4a); no caso, a metade da altura deu 3,8cm. Coloque a forma de anel (funil) selecionada dentro de uma assadeira redonda de uns 6cm de altura e que deixe uma distância de 2-3cm entre as paredes da assadeira e a forma do pudim. Uma assadeira de 26x6cm fica ótima** (veja foto 4c). Encha a forma de pudim com água e coloque-a dentro da assadeira do banho-maria (foto 4c).  Ponha um litro de água numa jarra medidora (foto 4d) e verta na assadeira do banho-maria até alcançar a marca feita com a caneta, isto é, a metade da altura da forma de pudim (foto 5a). Veja quanto de água sobrou na jarra,  diminua de 1000ml e anote esta quantidade na sua receita para não precisar medi-la nas próximas vezes. Na minha jarra sobraram 200ml, indicando que são necessários 800ml de água para o banho-maria. Descarte a água das duas formas e seque-as.
3. Acenda o forno a 220º e coloque imediatamente a assadeira do banho-maria dentro do forno.  Marque 10 minutos e ponha a água do banho-maria (800ml) para ferver. Quando a água estiver fervendo, calce luvas de silicone e derrame-a na assadeira que está no forno.
B) Calda 
Ponha o açúcar e a água num papeiro e leve ao fogo alto, sem mexer. Quando começar a fervura com bolhas grandes, abaixe o fogo e deixe cozinhar até obter um caramelo dourado. Quando o mel começar a dourar nas bordas, mexa o papeiro de um lado para o outro para ir misturando o mel dourado das bordas com o mais claro do meio do papeiro. Volte o papeiro ao fogo e quando as bordas voltarem a dourar, faça o mesmo procedimento de mexer o papeiro. Repita esta operação quantas vezes forem necessárias para obter um mel bem dourado. Despeje-o, então, no fundo da forma de funil e, usando luvas de silicone, gire a forma várias vezes para untar a lateral com a calda (foto 5b).
C) Pudim
Bata no liquidificador o leite condensado, o leite, o requeijão, os ovos e a farinha de trigo até obter uma mistura homogênea. Despeje na forma caramelada e, usando luvas de silicone, coloque-a dentro da assadeira do forno, cuja água estará fervendo (foto 5d ). Deixe assar em banho-maria por 1:20 hora ou até firmar. Aos 50 minutos, quando a parte de cima do pudim já estiver bem corada, com auxílio de um pegador de salada ou de macarrão, coloque a tampa de papel alumínio reservada sobre a boca da forma***. Aumente então a temperatura para 235º,  deixando assar por mais 30 minutos ou até firmar. Apague o forno, remova a tampa de alumínio com um pegador e retire a forma de anel usando luvas de silicone nas mãos para protegê-las. Deixe esfriar sobre uma grade e leve à geladeira por 4 horas. Após este tempo, usando novamente luvas de silicone, passe o fundo e a lateral da forma na chama da boca do fogão para derreter a calda de caramelo e soltar o pudim. Vire-o, então, no prato de servir. Está pronto seu delicioso pudim feito no banho-maria!
*A quantidade da água usada no banho-maria varia, conforme a receita, de 1/3 a ½ ou a 2/3 da altura da forma. Nos bolos-pudins, como o Luiz Felipe, usa-se pouca água, geralmente menos de 1/3, pois ele não deve ficar excessivamente cremoso. A maioria dos pudins pede metade da altura e só poucas receitas pedem 2/3 da altura da forma para a água.
**Como eu não tinha nenhuma assadeira desta altura nem encontrei no dia em que queria, comprei uma frigideira baratinha de alumínio de 26x6,5cm (foto 4b) da fábrica Alumínio Ceará (Ironte) e mandei cortar o cabo e lixar as asperezas numa lojinha que conserta panela, situada na garagem do shopping Center Um. Ficou excelente!
***Se preferir que a parte de cima do pudim fique de cor clara, tampe a boca da forma com o pedaço de papel alumínio logo após despejar o pudim cru na forma.
Dica: Deixe no forno a assadeira do banho-maria e só retire-a quando a água restante estiver morna ou fria, para evitar queimar-se.
 
http://soreceitassimples.blogspot.com.br/2012/02/como-fazer-um-banho-maria-pudim-de.html

Bolo Salgado de Milho, Presunto e Queijo

Bolo Salgado de Milho, Presunto e Queijo


Sempre me encanto com os pratos originais e belos que a Tânia, do Zakuskas, faz. Apaixonei-me imediatamente pelo seu Muffin Salgado com Farinha de Milho. Mas surgiu um pequeno problema: não tenho forminhas para muffin. Então decidi fazer a receita numa assadeira retangular, cortar em quadradinhos e servi-los individualmente sobre uma base de papel celofane (foto 1). Achei que ficou legal assim, e todo mundo achou-os mimosos, especialmente porque ninguém tinha visto os lindos Muffins da Tânia... Quanto ao sabor, posso garantir, ficou maravilhoso.
Se você der uma passadinha pelo Zakuskas, -- e aconselho, não deixe de ir--, vai ficar enfeitiçado(a) com as delícias que saem das mãos abençoadas da Tânia. Vá lá e depois me conte, sim?

Ingredientes (Receita Duplicada) *Xícara de chá: 190ml *Colher de sopa: 15ml *Colher de chá: 2,5ml
Ingredientes Secos
1. 2 xícaras de chá de farinha de milho passadas pela peneira (244g)*
2. 1 ½  xícara de chá de farinha de trigo (165g)
3. 1 ½  xícara de salsa picadinha (era cebolinha)
4. 6 tomates secos, em azeite, picadinhos (50g) (eram desidratados)
5. 1 colher de chá rasa sal (colher de 2,5ml)
6. 1 colher de sopa rasa de orégano 
7. 2 colheres de sopa rasas de fermento em pó
8. 2 xícaras de chá de presunto fatiado picado (250g) (usei de peru) 
9. 2 xícaras de chá de queijo Prato Regina ralado grosso (200g)  (era queijo picado)
Ingredientes Líquidos
1. 2 ovos  médios
2. 2 xícaras de chá de leite (380ml)
3. 6 colheres de sopa de manteiga (ou margarina) (120g)
Preparo
1. Unte com margarina e polvilhe com farinha de trigo uma assadeira retangular média de 33x24x5cm (0u de 35x22x3,5cm).
2. Pique a salsa, os tomates secos e o presunto; rale o queijo. Passe a farinha de milho no liquidificador e depois peneire. Desmanche com os dedos os farelos mais grossos que ficarem no fundo da peneira e peneire-os. Descarte os farelos grossos que ficarem na peneira (cerca de 3g). RESERVE.
3. Acenda o forno a 220º.
4. Coloque os ingredientes secos 1 a 7 numa tigela e misture. RESERVE.
5. Na batedeira, na velocidade 1: Bata os ovos somente para misturar as claras e gemas, acrescente o leite e a manteiga e bata apenas para agregá-los. Adicione esta mistura aos ingredientes secos e misture com uma colher de pau até obter uma massa homogênea. Por último, junte o presunto picado e o queijo ralado. PROVE o SAL e veja se é preciso acrescentar mais (não acrescentei).
6. Verta a massa na forma e leve para assar por mais ou menos 40 minutos ou até que o palito enfiado no centro do bolo saia limpo. Gire a parte da frente da forma pra trás aos 30 minutos, que é para corar por igual (se usar fogão a gás). Quando retirar, ponha sobre uma grade, deixe amornar uns 15 minutos e desenforme duas vezes para ficar com a parte corada para cima: a primeira, numa bandeja retangular média e a segunda, no prato de servir. Sirva em seguida, inteiro (foto 2) ou cortado em quadradinhos e decorado com folhinhas de salsa (foto 1). E delicie-se junto aos seus familiares e/ou amigos!
*Usei Vitamilho por ser mais fácil de encontrar e de alguém repetir a receita. Gosto mais do Kimilho da Yoki, contudo, só encontro no Pão de Açúcar, e nem sempre!
 
http://soreceitassimples.blogspot.com.br/2012/06/bolo-salgado-de-milho-presunto-e-queijo.html

Bolo de Chocolate 6 Minutos (de Preparo)

Bolo de Chocolate 6 Minutos (de Preparo)


Bolinho prático, super-rápido e gostoso. Fiquei curiosa com o tempo de preparo de 6 minutos, então falei com os “meus botões”: se ficar bom, vai ser minha salvação eterna (na cozinha, gente!). Da primeira vez que fiz, demorei um tempão, pois coloquei os ingredientes secos diretamente no marinex e levei uma “bela surra” quando acrescentei os ingredientes líquidos e, depois, o vinagre. Achei dificílimo misturar numa área grande para obter uma massa homogênea, sem melar o marinex todo. 
Em razão desta minha dificuldade, decidi misturar os secos e os líquidos numa tigela, como faço habitualmente. Bom, fazendo desta maneira, deu tudo bem certinho e o tempo de preparo foi de exatamente 6 minutos, realmente super-rápido. E também foi “devorado” rapidinho, embora tenha levado um pouco mais de 6 minutos...
Achei superdivertido fazer o preparo olhando constantemente para o timer e contando os segundos. Que tal divertir-se e ser premiado(a), ao final, com um ótimo bolo de chocolate?
 Créditos: 1) Bolo baseado na receita do 6-minute Chocolate Cake do blog From our Home to Yours, onde fiz alterações mínimas; 2) Calda de chocolate: baseada na calda de mesmo nome do blog Panelinha. Ambos os blogs são muito interessantes, merecendo uma visitinha para ver suas saborosas receitas.

Foto 3: Bolo antes de receber a calda de chocolate

Bolo de chocolate 6 minutos (de Preparo)
Neste bolo, é considerado tempo de preparo apenas o tempo gasto para misturar isoladamente os ingredientes secos e os líquidos, e então juntar e misturar os dois.
Ingredientes *Xícara americana: 240ml *Colher de sopa: 15ml *Colher de café: 2ml. Todas as  Medidas Rasas 
A)Bolo
Ingredientes Secos
1. 1 1/2 xícara de chá de farinha de trigo (195g)
2. 1/2 de xícara de chá chocolate em pó (50g) (era 1/3 de xícara)
3. 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio (colher de 2,5ml) 
4. 1 colher de café de sal (colher de 2ml)
5. 1 xícara de chá de açúcar refinado (170g)
Ingredientes Líquidos
6. 1/2 xícara de manteiga derretida e já fria (100g) (era óleo)
7. 1 xícara de chá de café (240ml) (ou água) 
8. 1 colher de sopa de essência de Baunilha (eram 2 colheres (chá) de extrato de baunilha) 
9. 2 colheres  de sopa de vinagre (usei de vinho tinto)*
B) Calda de Chocolate 
1. 2/3 de barra de chocolate meio amargo (113g)
2. 1 xícara  de chá de leite (240ml)
3. 1 colher de sopa rasa de manteiga 
4. 2 colheres de sopa de mel 
ANTES DE INICIAR O PREPARO: 
1. Faça os 240ml de café, caso vá usá-lo no lugar da água e aguarde esfriar;
2. Separe um marinex oval pequeno de 28,5x20x5,5cm;
3. Separe uma tigela média para os ingredientes secos e uma jarra medidora de plástico de 0,5 ou 1 litro (ou uma tigelinha) para os líquidos;
4. Meça e/ou pese todos os ingredientes secos e líquidos, colocando-os em tigelinhas individuais. 
5. Arrume a bancada colocando juntos todos os ingredientes secos e seus utensílios (tigela, peneira, colheres, facas para nivelar as medidas etc.); fazendo o mesmo com os ingredientes líquidos. 
PREPARO
A) Bolo
1. Acenda o forno a 190°. 
2. Numa tigela média, ponha os ingredientes secos: primeiramente, a farinha de trigo e, a seguir, coloque uma peneira na boca da tigela, acrescentando o chocolate em pó, o bicarbonato, o sal e o açúcar. Peneire e misture bem, mas rapidamente.
3. Em uma caneca medidora, ponha os ingredientes líquidos: manteiga, café e  baunilha; misture. 
4. Junte os ingredientes líquidos da jarra, de 3-4 vezes, aos ingredientes secos e mexa com uma colher de pau até a massa ficar cremosa. Em seguida, adicione o vinagre e mexa rapidamente. Haverá uma reação do vinagre com o bicarbonato, formando espuma. Mexa até o vinagre incorporar bem à massa e verta-a no marinex.
5. Leve para assar por 25 minutos, aproximadamente, retirando quando o palito sair limpo, mas ainda úmido. Ponha sobre uma grade, aguarde 10 minutos e faça a calda de chocolate para derramar quente sobre o bolo (como eu fiz) ou deixe o bolo esfriar e sirva com a calda quente ou uma calda comprada pronta, de acordo com sua preferência. Ou sirva o bolo e a calda quentes com uma bela bola de sorvete de creme. É gostoso de toda forma, até mesmo sem calda.
B) Calda de chocolate 
 Coloque todos os ingredientes numa panela pequena e leve ao fogo baixo, sempre mexendo. Deixe ferver por 5 minutos e retire do fogo. Fure o bolo em várias partes com um garfo de sobremesa e verta a calda por cima. 
*Por que usar vinagre? Por ser ácido, o vinagre é frequentemente incluído nas massas de bolos e biscoitos para reagir com o bicarbonato de sódio e iniciar a reação química  para produção do dióxido de carbono, formando bolhas de ar e fazendo a massa aumentar de volume (crescer) enquanto ela assa. Fonte:  Baking Bites

Alfabeto Natalino Preto e Branco