1

1

Google+ Followers

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Professores que educam para a leitura...


Por educação, entendemos aqui todo o papel da educação formal, para os valores e para a cidadania, mas, principalmente, de incentivar o gosto e o prazer em ler e escrever. Como não é uma tarefa fácil, pensamos em algumas dicas para ajudá-los. São pequenos hábitos que estimulam o gosto pela leitura e contribuem no sucesso escolar, ampliando a criatividade, a linguagem, o vocabulário, a escrita e a consciência de mundo em seus alunos. Sabemos que o volume de informações, atividades extraclasse, brincadeiras com os amigos, a evolução tecnológica, como os jogos eletrônicos e os brinquedos de ação, à disposição das crianças, são poderosos concorrentes da leitura. É aqui que entram a valiosa contribuição do educador e sua paixão por leitura.
Estabeleça uma rotina literária em sua semana de aula, sempre no mesmo dia e horário. A escolha do espaço também é importante, e este deve ser bem iluminado e bastante aconchegante e confortável.

Deixe que as crianças fiquem à vontade com os livros e tenham a oportunidade de manuseá-los para, então, escolher o que desejam ler. Neste momento, procure estar próximo para orientar, se necessário. A liberdade de escolha e a possibilidade de conversar sobre o que leu fazem do momento da leitura um momento de prazer e não uma obrigatoriedade. Converse com seus alunos sobre a estrutura do livro. O livro ganha vida e um novo respeito quando a criança descobre que alguém o escreveu e o desenhou, a capa é diferente do miolo, quantas páginas ele tem...

Nunca deixe de contar histórias para seus alunos, com base em diversos materiais: uma matéria de jornal, um artigo de revista, a história de alguém que eles admirem, uma redação de algum aluno; enfim, use sua criatividade, pois leitura não é algo que se faça apenas em livros. Se seus alunos já souberem ler, acompanhe a leitura individual ou coletiva e comente a história, as figuras, as personagens, a parte que mais gostou e o porquê, e o que mais desejar. Escute suas intervenções sobre o que leram ou o que encontraram nas ilustrações. Você verá aspectos do livro que nunca percebeu, além de poder acompanhar o seu entendimento e ajudá-los na interpretação. Faça também as suas observações sobre o que estão lendo e relacione com fatos do cotidiano.

Professores que leem são exemplos para seus alunos.

A leitura é uma excelente ferramenta na compreensão da língua portuguesa. Deixe que a criança procure o significado das palavras que você ou ela estão lendo. Não a interrompa se não pronunciar corretamente alguma palavra, espere que ela termine o parágrafo ou a sequência do texto e, aí sim, intervenha de modo a não reprimi-la, mas a estimular sua autocorreção. Afinal, a interpretação do texto é o mais importante. No entanto, é fundamental que a leitura e a escrita corretas sejam estimuladas em todas as disciplinas.

Recorrer ao dicionário quando não sabemos uma palavra é um hábito muito saudável, pois, além de nos proporcionar a compreensão do que estamos lendo, também amplia, e muito, nosso conhecimento sobre a língua portuguesa. Fazer isso acompanhado de uma criança pode ser muito divertido.

É sempre bom estimular a criança a continuar lendo ou comemorar com ela cada conquista, cada símbolo desvendado e cada comentário que ela faça sobre o que está lendo. Diversifique seu universo de leitura, colocando-a em contato com revistas, jornais, gibis, palavras cruzadas, jogos de tabuleiros, enfim, tudo o que estimule ou desperte um novo conhecimento. Ao escolher uma história e trabalhá-la com a classe, você estará desenvolvendo a afetividade, o raciocínio lógico, o senso crítico, a imaginação e a criatividade.

Ler e escrever se complementam. A leitura desenvolve a linguagem e permite que a criança conheça tudo que todas as sociedades deixaram como memória de sua história. Ao escrever, a criança organiza e registra seus pensamentos e torna-se parte de uma história.

http://sillovinho.blogspot.com.br/2011/03/professores-que-educam-para-leitura.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário