1

1

Google+ Followers

domingo, 14 de maio de 2017

Café Demais Faz Mal à Saúde?



Café Demais Faz Mal à Saúde?

O café é uma das bebidas mais consumidas do mundo e aqui no Brasil não é diferente, ainda mais porque temos a sorte de ter um dos melhores cafés do planeta e a nossa produção é apreciada em diversos países.
Publicidade



Por isso, o café faz parte da nossa cultura, seja ao acordar, em uma pausa no trabalho, uma reunião ou até mesmo depois do almoço. São muitos os momentos do dia que pedem um cafezinho, e há pessoas que se preocupam em saber se tomar café demais faz mal à saúde.

Vamos falar sobre algumas características do café, quais as quantidades recomendadas de seu consumo, seus benefícios e desvantagens para a nossa saúde.

Propriedades do café

Os efeitos do café são bastante controversos, já que existem pesquisas que apontam tanto benefícios quanto malefícios de tomar a bebida. No entanto, existem algumas propriedades nutricionais do café que não podem ser questionadas.


Entre elas, a presença de antioxidantes, vitaminas e minerais se destacam. Mesmo que em doses muito pequenas, o café possui algumas vitaminas do complexo B, ácido fólico e até ácidos graxos da família do ômega 6.

Informações nutricionais

Estes valores são referentes a uma xícara de 237 mililitros de café coado e sem açúcar.

2 calorias;
0 gordura;
0 colesterol;
116 miligramas de potássio;
4,7 miligramas de sódio;
4,7 miligramas de cálcio;
2,4 miligramas de ômega 6;
94,8 milgramas de cafeína.
Qual é a quantidade segura de café que posso tomar?

O problema de consumir muito café está na quantidade diária de cafeína que você ingere. Isso porque a cafeína em excesso pode causar alguns efeitos colaterais indesejados.

Especialistas apontam que adultos podem tomar uma média de 400 miligramas de cafeína por dia. Isso é equivalente a no máximo 5 xícaras de café diariamente.
Publicidade


Mulheres grávidas devem consumir no máximo a metade disso, ou seja, 200 miligramas de cafeína a cada dia. Crianças e adolescentes não devem consumir café e suas doses de cafeína devem se manter no mínimo possível.

No entanto, muitas vezes o café não é a única fonte de cafeína que consumimos, pois ela também está em alguns refrigerantes, bebidas energéticas, chás, chocolate, suplementos alimentares, medicamentos, entre outros.

O segredo para saber se café demais faz mal à saúde está em saber equilibrar as quantidades de cafeína que você consome.
Quantidade de cafeína no café

Aqui vão alguns valores sobre as quantidades de cafeína em alguns tipos de café para ajudar a entender se café demais faz mal.

ARTIGOS COMPLEMENTARES
Lista de 20 Alimentos Que Contêm Cafeína
Café Aumenta a Pressão Arterial?
Como o Café Pode Aumentar o Metabolismo e Ajudar a Queimar Gordura
Tomar Café Pode Reduzir os Danos do Álcool ao Fígado pela Metade

Uma xícara de 237 ml de café coado pode conter entre 95 e 200 miligramas de cafeína, dependendo se o café for forte ou não. Até mesmo o café descafeinado pode conter pequenas doses de cafeína, entre 2 e 12 miligramas.

Se você é adepto do café instantâneo, saiba que uma xícara de 237 ml pode conter entre 27 e 173 miligramas de cafeína, enquanto um cafezinho expresso de 30 ml pode ter doses entre 47 e 75 miligramas da substância.

Assim, se você costuma tomar mais do que 4 xícaras de café coado diariamente e ainda consome outros produtos que contêm cafeína, talvez o problema não esteja no café em si, mas sim no excesso de cafeína em seu organismo.
O que o excesso de café pode causar?

Se você ultrapassar a dose diária recomendada de cafeína, seja decorrente do café ou de outras fontes, os efeitos colaterais podem ser:
Enxaqueca;
Insônia;
Irritação;
Nervosismo;
Inquietação;
Urina em excesso;
Dor de estômago;
Aumento do batimento cardíaco;
Tremores musculares.
Como tomar café demais faz mal

1. Um café de má qualidade pode ser tóxico

Um café ruim pode conter diversas impurezas que causam enjoo, dor de cabeça e mal estar em geral. Isso pode acontecer se a sua bebida foi feita com grãos ruins do café. Normalmente, cafés instantâneos são feitos com os piores grãos do café, por isso invista em cafés de melhor qualidade para não correr o risco de ser intoxicado.
Publicidade


2. Café em excesso pode matar

Se você está preocupado se o excesso de café faz mal, esta notícia pode te chocar. O café pode, sim, matar, mas isso se você tomar cerca de 23 litros da bebida em um curto período de tempo. Isso porque em quase 100 xícaras de café está a dose mortal de cafeína no corpo humano.

Mas não se preocupe, pois antes de ter uma overdose, você já estaria vomitando, já que 23 litros é demais para qualquer um. Na verdade, beber qualquer líquido nesta quantidade poderia te matar, este foi só um exemplo para demonstrar qual é a dose letal da cafeína.

3. Insônia e inquietação

Novamente, este é um efeito colateral da cafeína, e não do café em si. Se você passar da dosagem de 400 miligramas diárias da substância, você pode apresentar sintomas como a insônia e inquietação.

Isso vai depender de cada corpo, se você está acostumado ou não com a cafeína e principalmente do horário em que você tomar o café. Evite tomar café e outras bebidas que possuam cafeína no período da noite.

4. Cafeína pode causar dependência

A cafeína é uma substância viciante e pode causar dependência em algumas pessoas que tomam café com muita frequência. Quem toma café regularmente pode parar de sentir os efeitos da cafeína e precisar tomar cada vez mais da bebida para ter os mesmos efeitos que antes.

Quando estas pessoas ficam algum tempo sem consumir a substância, podem sentir sintomas como dor de cabeça, cansaço e maior irritabilidade. Estes são sintomas clássicos de dependência física de alguma substância.

5. Não tome mais do que uma xícara ao dia se você estiver grávida

Estudos realizados para descobrir os efeitos do café em fetos mostraram que se uma gestante toma café, a cafeína também vai afetar o feto e esta substância pode ser forte demais para o bebê.

Por isso, é melhor evitar a cafeína durante a gravidez ou, se você realmente precisa tomar café, reduza a dose diária para no máximo uma xícara ao dia, preferencialmente de café descafeinado.

6. Se você tem colesterol alto, prefira o café coado

Os grãos de café contêm cafestol e kahweol, duas substâncias associadas ao aumento dos níveis de colesterol ruim, o LDL. Ao tomar um expresso, mesmo que a quantidade destas substâncias sejam mínimas, você poderá estar colaborando negativamente para o seu colesterol. Por isso, dê preferência ao café coado.

Se você não tem o colesterol alto, não vai ser um expresso que vai te prejudicar, mesmo porque estas mesmas substâncias já foram relacionadas a um bom funcionamento do fígado. Esta recomendação é apenas para as pessoas que já sofrem com o colesterol.
Veja mais: Colesterol alto: Sintomas, causas e tratamento.

7. Cafeína pode fazer as crianças fazerem xixi na cama

Já dissemos que o café não é recomendado para crianças, mas sabemos que há outras fontes de cafeína mais acessíveis aos pequenos. Uma pesquisa descobriu que crianças de 5 a 7 anos que consumiam cafeína tinham maior incidência de xixi na cama.
Benefícios do café

Sabendo dosar bem, o café pode trazer uma série de benefícios para o seu corpo. São eles:
Melhora na performance física: Segundo pesquisas, uma xícara de café sem açúcar antes do treino pode melhorar sua performance em até 12%. Isso acontece porque a cafeína aumenta os níveis de adrenalina no sangue, hormônio conhecido por ajudar em exercícios físicos.
Auxilia na perda de peso: O magnésio e o potássio contidos no café podem ajudar no uso da insulina, regulando o nível de açúcar do sangue e reduzindo a vontade de comer doces.
Ajuda a queimar gordura: A cafeína pode ajudar a quebrar as células de gordura do corpo e usá-las como energia na hora de malhar.
Mantém o foco: O consumo de até 5 xícaras de café por dia pode ajudar a manter o foco mais facilmente, além de deixar sua mente em estado de alerta.
Diminui o risco de morte: Alguns estudos apontam que quem toma café regularmente tem 25% menos chances de morrer prematuramente comparado com quem não toma café.
Reduz o risco de câncer: Um estudo recente apontou que o café pode diminuir o risco de câncer de próstata em até 20% e câncer endometrial em até 25%. A pesquisa foi feita em pessoas que tomam até 4 xícaras de café por dia.
Menor risco de AVC: Especialistas afirmam que tomar até 4 xícaras de café por dia pode diminuir os riscos de um AVC.
Prevenção do mal de Parkinson: Alguns estudos apontam que o café pode influenciar algumas partes do cérebro que podem ser afetadas pelo Parkinson.
Proteção contra radicais livres: O café contém diversos antioxidantes capazes de lutar contra os efeitos dos radicais livres, protegendo seu corpo contra algumas doenças.
Diminuição do risco de diabetes tipo 2: A cafeína pode diminuir a sensibilidade à insulina, reduzindo os riscos de diabetes do tipo 2.
Proteção ao seu cérebro: Altos níveis de cafeína podem reduzir o risco de mal de Alzheimer, assim como outros distúrbios mentais como a demência.
Combate o mau humor: A cafeína também age no sistema nervoso central, melhorando a produção de serotonina, dopamina e noradrenalina, melhorando o seu humor.
Dicas

Se você gosta muito de tomar café, evite outras fontes de cafeína, como refrigerantes, energéticos, chás, chocolate e alguns suplementos alimentares e medicamentos com cafeína em sua composição.

Referências adicionais:
http://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/nutrition-and-healthy-eating/in-depth/caffeine/art-20045678
http://jn.nutrition.org/content/134/3/562.short
http://pharmrev.aspetjournals.org/content/51/1/83.long
http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1600-0773.1995.tb00111.x/abstract
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/1356551
https://link.springer.com/article/10.1007/s00213-002-1175-2
http://ajcn.nutrition.org/content/49/1/44.long
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/7486839
Leia mais http://www.mundoboaforma.com.br/cafe-demais-faz-mal-saude/#cdrkl8OohMq5ExU8.99

Nenhum comentário:

Postar um comentário