1

1

Google+ Followers

domingo, 5 de março de 2017

TODO PROFISSIONAL TRABALHA COM MAIOR FELICIDADE AO PERCEBER QUE SEUS MÉRITOS SÃO RECONHECIDOS

TODO PROFISSIONAL TRABALHA COM MAIOR FELICIDADE AO PERCEBER QUE SEUS MÉRITOS SÃO RECONHECIDOS




Ser promovido (além de contratado) e reconhecido pelos valores associados à sua competência pode parecer uma atitude óbvia, mas infelizmente, não tem sido a regra de um mercado que atende a outras variáveis.

Pesquisas nos mais variados países cujos mercados são fortes comprovam que as empresas que aplicam a meritocracia alcançam maior produtividade, pelo simples fato de possuir colaboradores mais motivados.

Meritocracia (do latim mereo, merecer, obter) é a forma de governo baseado no mérito. As posições hierárquicas são conquistadas, em tese, com base no merecimento, e há uma predominância de valores associados à educação e à competência.

A meritocracia está associada, por exemplo, ao estado burocrático, sendo a forma pela qual os funcionários estatais são selecionados para seus postos de acordo com sua capacidade (através de concursos, por exemplo). Ou ainda – associação mais comum – aos exames de ingresso ou avaliação nas escolas, nos quais não há discriminação entre os alunos quanto ao conteúdo das perguntas ou temas propostos. Assim, meritocracia também indica posições ou colocações conseguidas por mérito pessoal.

Embora a maioria dos governos seja em parte baseada na meritocracia, ela não se expressa de forma pura em nenhum lugar. Governos como de Singapura e da Finlândia utilizam padrões meritocráticos para a escolha de autoridades, mas misturados a outros. Um modelo de uma meritocracia é o método científico, no qual o que considerado como sendo verdade é justamente definido pelo mérito, ou seja, a consistência do conteúdo em relação às observações ou a outras teorias.



O principal argumento em favor da meritocracia é que ela proporciona maior justiça do que outros sistemas hierárquicos, uma vez que as distinções não se dão por sexo ou raça, nem por riqueza ou posição social, entre outros fatores biológicos ou culturais, nem mesmo em termos de discriminação positiva. Na empresa, por exemplo, os méritos são identificados se as competências de um determinado profissional se encaixarem em uma demanda exigida ou pelo perfil do cargo dele ou pela característica do negócio daquela empresa.

http://www.recursoshumanos.al.ms.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário