1

1

Google+ Followers

domingo, 5 de março de 2017

Qual a história do Dia Internacional da Mulher?

Resultado de imagem para Dia Internacional da Mulher
Dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher, que simboliza a luta feminina por igualdade de direitos no trabalho, na política, na educação e em outros diversos setores da sociedade. Mas, você sabe por que o dia 8 de março foi a data escolhida para celebrar a causa?

Segundo Julia Sellanes, professora de História do Colégio Poliedro, existem várias versões do motivo pelo qual o dia foi um marco na luta feminina, sendo que todas elas envolvem mulheres operárias brigando por direitos trabalhistas.
Resultado de imagem para Dia Internacional da Mulher
A mais aceita é a versão sobre um incêndio criminoso em uma fábrica têxtil, na cidade de Nova York, que acabou matando queimadas centenas de mulheres que manifestavam sua insatisfação com as condições de trabalho na qual estavam inseridas. “Supostamente, os patrões insatisfeitos trancaram as trabalhadoras dentro da fábrica e colocaram fogo”, conta Julia, que também disse não haver relatos sobre a data exata do acontecimento, devido à ausência de dados concretos. “Isso não quer dizer que a história não seja verdadeira,[...]mas não existem documentos, nem uma imprensa consolidada da época, que comprovem com certeza”, explica.
Imagem relacionada
Posteriormente, uma socialista alemã chamada Clara Zetkin, famosa por sua luta pelo direito do proletariado feminino, trouxe, em 1910, a ideia concreta de criar um dia para celebrar a luta das mulheres. “Na segunda Conferência Internacional das Mulheres Socialistas, na cidade de Copenhague,[...] quando o movimento das sufragistas, que lutavam pelo voto feminino, tomava força, Clara Zetkin bolou a ideia de criar o Dia Internacional da Mulher. Inicialmente, foi em 19 de março e depois mudou para o dia 8”, conta a historiadora.



Em 1977, a Organização das Nações Unidas (ONU) adota, oficialmente, a data, mas, até então, a celebração ficou à margem da sociedade, sendo conhecida, somente, por grupos específicos. “Esse é um feriado que nasceu das mulheres proletárias, que trabalhavam na indústria têxtil, uma das mais violentas e marginalizadas”, conta Julia.



Para a professora, o significado da data vai se alterando conforme o tempo, já que a sociedade, as lutas e objetivos femininos ganharam novas prioridades ao longo da história. “O significado do 8 de março de 100 anos atrás não é o mesmo do 8 de março de agora”, explica. “As pessoas mudam e vão dando conceitos diferentes aos feriados. Num momento em que as disputas políticas entre fascistas e socialistas se intensificaram, a data sofreu um hiato”, exemplifica.

Confira o infográfico com alguns dos momentos marcantes da luta feminina:

http://noticias.universia.com.br/educacao/noticia/2016/03/08/1137152/historia-dia-internacional-mulher.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário