1

1

Google+ Followers

domingo, 5 de março de 2017

LEITURA: A vida do rio...


A vida do rio

O rio corre sozinho.
Vai seguindo seu caminho.
Não necessita ser empurrado.
Para um pouquinho na margem.
Desliza de mansinho nas baixadas.
Precipita-se nas cascatas.
Mas no meio de tudo isso, vai seguindo seu caminho.
Sabe que há um ponto de chegada.
Sabe que seu destino é para frente.
O rio não sabe recuar.
É vitorioso, abraçando rios, vai chegando ao mar.
O mar é sua realização.
É chegar ao ponto final.
É ter feito a caminhada.
É ter realizado o seu destino.
A vida da gente deve ser levada do jeito do rio.
Deixar que corra do jeito que deve correr.
Sem apressar e represar.
Sem ter medo da calmaria e sem ter medo das cachoeiras.
Correr do jeito do rio, na liberdade do leito da vida, sabendo que há um ponto de chegada.

(Autor desconhecido)

Nenhum comentário:

Postar um comentário