1

1

Google+ Followers

domingo, 29 de janeiro de 2017

Obesidade infantil: lute contra essa epidemia

Por Izabel Ferré
Bebês “gordinhos” revelam sinal de saúde, certo? A resposta é não. Aqueles que pensam desta maneira estão enganados. Apostar em uma alimentação rápida, mais conhecida como “fast food” está resultando no aumento de crianças com problemas de obesidade.

Abra os olhos e cuide melhor da alimentação de seu filho.

Para mudar, é preciso repensar hábitos alimentares: “primeiro, o que deve ser valorizado desde o começo é a amamentação. O leite materno contém todos os nutrientes e proteínas que a criança necessita, não é preciso de forma alguma fazer mamadeira com farinha para complementar à alimentação”, explica o Dr. Israel Zekcer do Hospital Brasil.

Para manter seu filho saudável, é necessário cautela no preparo das papinhas. “Algumas mães voltam a trabalhar cedo e passam a introduzir os alimentos sólidos aos seus filhos. O que deve ser oferecido são alimentos ricos em legumes, sem óleo e sem farinha” orienta o pediatra.

Para o médico, o problema da obesidade está no excesso de alimentos artificiais. “A mãe passar a alimentar seu filho com as papas mais cedo não é o que resulta em crianças com problemas de peso, mas sim a baixa qualidade do alimento, bolachas e doces”.

Para evitar problemas futuros, como a alteração nos níveis da pressão arterial e doenças respiratórias, os pais devem procurar fazer acompanhamento médico seguindo sempre as orientações para preparar alimentos saudáveis e dentro da dieta que deve ser compatível com a idade da criança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário