1

1

Google+ Followers

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Como aproveitar o verão para evitar vários tipos de câncer

Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica dá cinco sugestões de como aproveitar essa época para adotar hábitos que afastam tumores — não só os de pele


Basta o Sol aparecer com força que já pipocam reportagens cobrando uma proteção adequada contra os raios ultravioleta. Embora esse cuidado seja realmente importante, a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) foi além este ano.


Em um comunicado liberado em primeira mão para a SAÚDE, a entidade traz orientações à população sobre como se comportar durante essa época do ano para afastar o risco de diversos tumores (e não só o de pele). Confira abaixo — e veja se não é o caso de incorporar tais medidas!


Adote uma alimentação refrescante e equilibrada
O cardápio do dia a dia é determinante para o desenvolvimento de alguns tipos de câncer — e, no verão, talvez seja mais fácil adotar uma dieta balanceada. Ora, frutas, verduras e legumes costumam ser cheios de água, o que ajuda a refrescar o calorão.
Segundo o documento da SBOC, o ideal é apostar em uma alimentação rica em folhas, legumes, frutas, azeite, grãos, castanhas e peixe. Por outro lado, busque maneirar na ingestão de açúcar, enlatados e defumados.


Reduza o consumo de álcool
Com as festas de final de ano, muitas pessoas aumentam significativamente o número de doses. Que fique claro: ninguém vai pedir para você não se divertir, mas vale bater na tecla da moderação, inclusive porque os drinques desidratam.
A ingestão de álcool foi associada, segundo vários estudos, a uma maior probabilidade de desenvolver cânceres de boca, garganta, laringe, esôfago, fígado, cólon, intestino e mama. Mesmo quem não abusa estaria mais sujeito à doença, quando comparados a abstêmios. Mas o importante mesmo é não combinar álcool com cigarro. Essa dupla aproxima demais as pessoas do câncer.


Aproveite o clima (e as férias) para se mexer mais
O verão serve como fator motivador para a atividade física. Tem quem goste de correr ou caminhar na praia, quem aproveite para nadar mais, quem simplesmente saia de casa para curtir o tempo e por aí vai.
“Estudos científicos atestaram que os indivíduos que mais se exercitam apresentam um porcentual menor de diversos tipos de câncer, como de esôfago, fígado, pulmão, cólon e mama”, elencou o oncologista Cláudio Ferrari, da diretoria da SBOC, naquela nota oficial. “Por esse motivo, recomendamos uma dieta saudável aliada à atividade física como receita para o bom condicionamento físico e para reduzir o risco de câncer”, arremata.


Olhe mais para o próprio corpo
Até pela maior frequência de biquínis, maiôs, shorts e sungas, fica naturalmente mais simples vislumbrar a nossa pele em busca de sinais suspeitos. Embora a maioria dos cânceres de pele não seja tão agressiva, alguns podem, sim, matar se não flagrados precocemente.
Portanto, permaneça atento ao surgimento de manchas ou a alterações em pintas já existentes. Mudanças de cor e de tamanho não podem ser negligenciadas — se for o caso, procure um dermatologista.


Como não poderia deixar de ser, tenha cuidado com o sol
Tomar sol é um hábito saudável, que contribui para o desenvolvimento ósseo e para o bem-estar. No entanto, o exagero pode ser o estopim para tumores de pele.
Diante disso, a SBOC recomenda o uso de protetor em toda exposição solar. O período de maior cuidado é das 10 às 16 horas, quando há uma grande concentração de raios ultravioleta capazes de fomentar um câncer.
Indivíduos de pele clara merecem cuidado redobrado. Abuse de bonés, e camisetas e valorize o guarda-sol.



Nenhum comentário:

Postar um comentário